Carro em que Pierre do Anabal estava - Foto: Divulgação
Carro em que Pierre do Anabal estavaFoto: Divulgação
Por O Dia
Rio - O candidato a vereador de Seropédica, Baixada Fluminense, Pierre do Anabal (PDT) sofreu uma tentativa de homicídio na tarde deste sábado. O empresário foi cercado por dois homens em duas motocicletas na entrada do bairro São Miguel, em Seropédica. 
Outros casos
Publicidade
O candidato a vereador de Seropédica pelo PDT não é o único a passar por um episódio de violência, que estão se tornando cada vez mais frequentes nas eleições municipais do Rio neste ano. Foram, no total, sete casos: quatro em novembro e três em outubro.
Também neste sábado, o candidato a vereador de Duque de Caxias Erick Saboia (Republicanos) sofreu um ataque de criminosos, na altura da Reduc, na Rodovia Washington Luís. O carro em que o político estava, um Ford Ka, foi atingido por pelo menos três disparos. Erick chegou a ser levado para o Hospital Moacyr do Carmo, mas passa bem.  
Publicidade
No dia anterior, foi a candidata a vereadora do Rio, Simone Sartório, do Patriota, que denunciou ter o carro atingido por um tiro enquanto passava por Bento Ribeiro, na Zona Norte. Segundo a Polícia Militar, a empresária relatou ter sido perseguida por um carro suspeito, que realizou uma tentativa de abordagem.
Publicidade
Já no dia 2, o vereador Zico Banana foi vítima de um atentado, ao ser baleado de raspão na cabeça em um bar em Ricardo de Albuquerque, também na Zona Norte do Rio. Além dele, mais quatro pessoas foram baleadas, duas delas morreram.
No mês de outubro, foram três assassinatos. No dia 31, a cabo eleitoral Renata Castro foi morta a tiros em Magé. No dia anterior, ela havia ido até a Polícia Federal, em Niterói, para fazer uma denúncia. Renata chegou a postar um vídeo na rede social dela citando um vereador da região e afirmando que sofrera ameaças dele.
Publicidade
Por fim, no primeiro dia de outubro, Mauro Miranda, também candidato a vereador em Nova Iguaçu, foi morto a tiros no bairro de Santa Rita, na Baixada Fluminense. No ataque, mais duas pessoas também foram baleadas.