Funcionários do MetrôRio participam de ação no Hemorio no Dia Nacional do Doador de Sangue - Reprodução MetrôRio
Funcionários do MetrôRio participam de ação no Hemorio no Dia Nacional do Doador de SangueReprodução MetrôRio
Por O Dia
Rio - Funcionários do MetrôRio participam nesta sexta-feira (26) da campanha de doação na sede do Hemorio, em comemoração ao Dia Nacional do Doador de Sangue. A iniciativa tem como objetivo incentivar a doação e aumentar os estoques de sangue durante o período de férias e comemorações de fim de ano, que registram redução no número de doadores. 
Com a ação, os voluntários também esperam chamar a atenção para a importância da doação e mobilizar mais pessoas. Segundo o Hemorio, por conta da pandemia, houve uma queda nas doações de sangue, afetando o abastecimento das principais unidades hospitalares do estado.
Publicidade
“Ver os hemocentros unidos em celebração a um dia tão especial tem um significado muito importante. Só é possível garantir a continuidade das coletas de sangue durante a pandemia com uma grande corrente de solidariedade”, explica o diretor geral do Hemorio, Dr. Luiz Amorim.
O agente de segurança Vinícius Tadeu Bastos do Rio, de 27 anos, trabalha há dois anos no MetrôRio e foi um dos primeiros a se voluntariar para a doação. "É gratificante saber que a minha doação vai ajudar a salvar vidas. Eu, que já sou doador de sangue há dois anos, estou muito animado e feliz em participar desta ação ao lado dos meus colegas de trabalho. Essa iniciativa mostra que a nossa missão é sempre contribuir para ajudar os passageiros, seja nas estações, seja nas necessidades da sociedade”, afirmou Vinicius.
Publicidade
A colaboradora Namam, como é conhecida na equipe de segurança da concessionária, de 43 anos, destacou que o ato de doar sangue é essencial para salvar vidas, sendo uma forma de demonstrar amor e empatia pelo próximo. “Sempre estou disponível para fazer o bem. Eu, que também sou profissional da área da saúde, sei a importância que cada doação de sangue tem para salvar a vida das pessoas nos hospitais. Por isso, eu convido os nossos clientes para irem à sede do Hemorio para participar da campanha”, disse a colaboradora.
Como apoio à iniciativa, o MetrôRio também veiculará nos avisos sonoros das plataformas o podcast Saiba Saúde, produzido pela Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, com as principais informações sobre como realizar a doação de sangue.
Publicidade
Como doar
Para chegar ao Hemorio, os doadores podem descer na estação Central do metrô e utilizar o acesso D - Praça da República. O instituto fica na Rua Frei Caneca, 8, próximo ao Hospital Municipal Souza Aguiar, e funciona das 7h às 18h.
Publicidade
Quem pode doar
Para doar sangue, é necessário ter entre 16 e 69 anos, pesar no mínimo 50kg, estar bem de saúde e portar um documento de identidade oficial com foto. Jovens com 16 e 17 anos só podem doar sangue com autorização dos pais ou responsáveis legais. Devem portar ainda um documento de identidade do responsável. O HemoRio funciona de segunda a segunda, incluindo nos feriados, das 7h às 18h.
Publicidade
Não é necessário estar em jejum, apenas evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação. Também não é recomendado ingerir bebidas alcoólicas por 12 horas antes do procedimento. Os voluntários não podem ter tido hepatite após os 10 anos de idade, nem estar expostos a doenças transmissíveis pelo sangue (sífilis, aids, hepatite e doença de chagas). Mulheres grávidas ou amamentando e usuários de drogas não podem doar sangue.