Governador afastado do Rio, Wilson Witzel - Cléber Mendes
Governador afastado do Rio, Wilson WitzelCléber Mendes
Por O Dia
Rio - O governador afastado do Rio, Wilson Witzel - alvo de um processo de impeachment - comemorou, nesta sexta-feira, a absolvição do governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, em seu processo de impeachment
"O direito prevaleceu sobre a política. Recado importantíssimo que o Estado de SC manda para o Brasil. Divergências políticas devem ser resolvidas com debate de ideias e respeito ao voto", escreveu ele em seu Twitter.
Publicidade
Witzel irá entregar sua defesa no processo de impeachment a um tribunal misto, formado por cinco deputados e cinco desembargadores, na próxima quinta-feira. A abertura de seu processo, contudo, ocorreu de maneira diferente do processo aberto contra Carlos Moisés. Em Santa Catarina, a abertura ocorreu em uma margem de votos menor no Legislativo e mais apertada no tribunal misto: 33 a seis no primeiro e seis a quatro no segundo. Já a abertura do processo contra Witzel ocorreu por unanimidade em ambas as etapas: 69 a zero e 10 a zero.
Publicidade
O governador afastado do Rio irá aguardar uma nova reunião do tribunal misto após a entrega de sua defesa, e será o último a depor antes do julgamento final. Ele irá perder definitivamente o mandato se ao menos 2/3 dos integrantes (no caso, sete) votarem pelo seu impeachment ao final do processo.