Manhã de operações em São Gonçalo - Divulgação
Manhã de operações em São GonçaloDivulgação
Por O Dia
Rio - A Polícia Civil faz, na manhã desta quarta-feira (2), uma operação na comunidade da Linha, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio. A operação é coordenada pelo delegado Allan Duarte, titular da 72ª DP (Mutuá), e visa cumprir mandados de prisão e busca e apreensão. Simultaneamente, a Polícia Militar ocupa duas comunidades do bairro Pacheco, também em São Gonçalo.

Os alvos são traficantes de drogas e assaltantes que atuam naquela região. As investigações iniciaram a partir de publicações em rede social, em que o criminoso ostenta uma pistola.
A ação conta com o apoio de várias delegacias e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core). Até a última atualização, três pessoas foram presas. As equipes ainda estão tentando localizar o homem que postou as fotos com a pistola nas redes sociais.  

Logo na chegada, os agentes foram atacados por um grupo armado que fugiu para uma área isolada. Os policiais vasculham becos e vielas da comunidade.

OCUPAÇÃO DA PM APÓS INVASÃO

Policiais do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e do Batalhão de Choque ( BChq) realizam uma segunda operação no município. Os agentes de segurança ocupam, pelo menos, duas comunidades que fazem parte do conjunto de favelas do Complexo da Alma. A operação tem apoio do 7º BPM (São Gonçalo) e 12º BPM (Niterói). 

De acordo com a PM, há pelo menos três dias traficantes rivais travam uma intensa guerra pelo controle das bocas de fuma naquela região.
Publicidade
Após os confrontos, os criminosos usam as redes sociais para 'festejar' as invasões.