Estudantes e funcionários da Unig manifestam contra volta da empresa Cape - Divulgação
Estudantes e funcionários da Unig manifestam contra volta da empresa CapeDivulgação
Por O Dia
Rio - Estudantes, professores e funcionários da Universidade Iguaçu (Unig) realizaram um protesto, na manhã desta quinta-feira (3), em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, contra a decisão judicial que determina o retorno da companhia Cape à gestão da universidade. O motivo da manifestação se dá pelo atraso no pagamento de salários e benefícios durante o período em que a empresa administrou a faculdade. 
Em nota, a Unig afirma ser contrária "à gestão da universidade pela Cape". Ainda de acordo com o comunicado, o atual reitor Marcelo Rosa, os alunos e os empregados "estão indignados com uma possível volta dessa empresa incompetente e ilegítima".
Publicidade
Por fim, a Unig esclareceu que irá recorrer da decisão judicial e enfatiza que a volta do Cape "seria catastrófica".
Em um vídeo do protesto, um manifestante presente na unidade deixou clara sua insatisfação com uma eventual mudança no controle e criticou a administração passada realizada pela empresa: "Estamos lutando por dignidade dos nossos funcionários. A companhia Cape já deixou os empregados oito meses sem salários e agora quer voltar? Isso é um completo erro, e falo aqui, como aluno que sou, para defender a Unig das mãos dessas pessoas", disse ele.
Publicidade
O DIA tenta contato com a Cape. O espaço está aberto para manifestação.