Eduardo Gussem testa positivo para covid-19 - Fernando Frazão/Agência Brasil
Eduardo Gussem testa positivo para covid-19Fernando Frazão/Agência Brasil
Por O Dia
Rio - Ocorre nesta sexta-feira (11) a votação para escolher os três indicados a Procuradoria-Geral de Justiça. Mais de 900 integrantes do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ) irão votar. A decisão final sobre quem vai ocupar o cargo é do governador em exercício Cláudio Castro.

A eleição começa às 10h e vai até 17h, podendo ser presencial ou online. O atual procurador geral de Justiça é Eduardo Gussem, de 56 anos e está à frente do MP-RJ desde 2017. Ele foi reeleito em 2018 com mais de 93% dos votos
Veja os candidatos que disputam o cargo:

Promotor Luciano Mattos: integrante do MP-RJ desde 1995, atualmente lotado na Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa do Meio Ambiente do Núcleo Niterói;
Publicidade
Promotor Virgílio Stravidis: integrante do MPRJ desde 1993, atualmente lotado na 9ª Promotoria de Justiça de Fazenda Pública da Capital;
Procurador Ertulei Laureano: integrante do MPRJ desde 1977, atualmente lotado na 4ª Procuradoria de Justiça junto à 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro;
Publicidade
Procuradora Leila Costa: integrante do MPRJ desde 1989, atualmente lotada na 3ª Procuradoria de Justiça da Infância e da Juventude Infracional;
Procurador Marcelo Rocha Monteiro: integrante do MPRJ desde 1988, atualmente lotado na 4ª Procuradoria de Justiça de Habeas Corpus.
Publicidade
Eleição
Os três candidatos mais votados formam uma lista tríplice, onde um deles será escolhido pelo governador em exercício. Caso haja empate entre dois candidatos, o mais antigo na carreira tem preferência. Se ainda tiver empatado, a escolha é pela idade. Em seguida, o governador faz a indicação de um deles e o novo procurador-geral cumpre mandato de dois anos, com posse em 15 de janeiro.

O voto é pessoal, obrigatório e secreto entre os integrantes do MP-RJ.