Fluxo intenso de veículos na Ponte Rio-Niterói - Reprodução Ecoponte
Fluxo intenso de veículos na Ponte Rio-NiteróiReprodução Ecoponte
Por O Dia
Rio - No último dia do ano, quem sai da capital fluminense com destino à Região dos Lagos, um dos locais mais procurados no estado durante as festas de fim de ano, encontra trânsito engarrafamento para atravessar a Ponte Rio-Niterói. Segundo a Ecoponte, concessionária que administra a rodovia, até as 6h30 desta quinta-feira (31) o tempo de travessia para que seguia na pista sentido Niterói era de 40 minutos. As retenções se estendiam até a Zona Portuária do Rio.

Já na BR-101, segundo a concessionária Arteris Fluminense, o fluxo de veículos é intenso, mas a rodovia não apresenta pontos de lentidão.

Nas rodovias Washington Luiz e Presidente Dutra, o trafego é bom para quem segue destino Baixada Fluminense, Região Serrana e Centro-Sul Fluminense. O cenário é o mesmo na Rodovia Rio-Teresópolis, a BR-116.

TRÊS MILHÕES DE CARROS DEVEM CRUZAR A PONTE ENTRE NATAL E RÉVEILLON

A Ecoponte calcula que cerca de dois milhões de veículos devem passar nos dois sentidos da Ponte Rio-Niterói entre as festas de Natal e Réveillon.

A expectativa é que cerca de 180 mil veículos cruzem a Ponte nesta quinta-feira, último dia do ano.

Mesmo com a pandemia do coronavírus, a previsão é que muitos veículos deixem a capital em direção à Região dos Lagos. Para orientar os usuários a viajarem com segurança e cuidado com a saúde, a Ecoponte lança a campanha “Neste verão, não dê férias para a segurança”, que tem como objetivo reforçar as mensagens de segurança viária e de combate à covid19.

A Ecoponte aconselha os usuários a respeitarem o isolamento social, e lembra que a utilização de máscara é obrigatória em ambientes externos. A campanha estará em painéis ao longo da rodovia, panfletos que serão distribuídos na praça de pedágio, nas redes sociais da concessionária, além dos painéis de LED localizados na chegada ao pedágio.