Por O Dia
Rio - Policiais da 135ª DP (Itaocara), com apoio da equipe da 4ª Delegacia Regional de Leopoldina, em Minas Gerais, prenderam, nesta quarta-feira, o suspeito do desaparecimento e morte do empresário Helho Amaral de Sales, presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Itaocara, Aperibé e Cambuci. Durante o depoimento, o acusado confessou o crime.

O caso foi solucionado em menos de 72 horas. A vítima estava desaparecida desde o último dia 26. As investigações começaram logo após o registro do desaparecimento. A equipe da 135ª DP realizou diligências, refez o trajeto da vítima, levantou informações e seguiu ao município de Leopoldina.
Os agentes prenderam o acusado, que confessou o crime, e recuperaram o carro do empresário. O corpo dele foi encontrado no Rio Pomba, na cidade de Cataquases, também em Minas Gerais. "Com base no lema investigação, inteligência e ação, a Polícia Civil conseguiu elucidar o caso. O acusado foi identificado, preso e confessou o crime", disse o titular da 135ª DP, delegado Rodrigo Maia.