Cardeal Eusébio Oscar Sheid morre aos 88 anos  - Divulgação
Cardeal Eusébio Oscar Sheid morre aos 88 anos Divulgação
Por O Dia
O velório do cardeal Eusébio Oscar Sheid, arcebispo emérito do Rio de Janeiro, aconteceu logo depois de sua morte, ainda nesta quarta-feira (13). O bispo foi enterrado na Catedral de São Dimas, em São José dos Campos (SP), cidade de seu falecimento, em cerimônia breve em razão da pandemia da covid-19. Em sua homenagem póstuma, haverá uma missa no próximo sábado (16), na Catedral Metropolitana de São Sebastião do Rio de Janeiro, às 9h. A missa de sétimo dia está marcada para 19 de janeiro, às 18h, na igreja da Candelária, também na cidade do Rio.
Publicidade
Eusébio Oscar Sheid nasceu em Luzerna, Santa Catarina, no dia 8 de dezembro de 1932. Cursou o ensino fundamental e o ensino médio no Seminário dos Padres do Coração de Jesus em Corupá, SC, dando início a sua trajetória religiosa. Em julho de 2001, ele sucedeu o Cardeal Eugenio de Araujo Sales e tornou-se cardeal dois anos depois, durante o papado de João Paulo II.
Em nota divulgada pela Arquidiocese do Rio de Janeiro, sua trajetória mais recente é citada: "Tornou-se cardeal em 21 de outubro de 2003, quando o Papa João Paulo II presidiu o Consistório Ordinário Público para a criação de 30 novos Cardeais. Foi criado cardeal presbítero, com o título da Basílica dos Santos Bonifácio e Aleixo. Participou do conclave que elegeu o papa Bento XVI. Tornou-se arcebispo emérito no dia 27 de fevereiro de 2009, sendo sucedido pelo Cardeal Orani João Tempesta", diz. Quando completou 75 anos, Sheid se aposentou e foi substituído por Dom Orani Tempesta.