Governador em exercício, Cláudio Castro deve detalhar hoje o projeto - Estefan Radovicz
Governador em exercício, Cláudio Castro deve detalhar hoje o projetoEstefan Radovicz
Por O Dia
Rio – O governador do Rio em exercício, Cláudio Castro, garantiu que as primeiras pessoas que vão receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19 são profissionais da área da saúde e idosos acima de 60 anos. O estado recebe nesta segunda-feira (18) as 487.520 mil doses do Ministério da Saúde. Castro garantiu que os primeiros lotes chegam até às 13h no Rio.
A imunização acontece em duas doses que devem ser aplicadas em um intervalo de 28 dias.

O governador está em São Paulo e participou de uma reunião com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para acertar os detalhes da distribuição da CoronaVac.

Assim que chegarem ao Rio, as vacinas serão distribuídas para os 92 municípios. O objetivo é fazer com que as prefeituras façam ainda na terça-feira (19) a redistribuição em suas unidades de saúde.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou no domingo (17) o uso emergencial das vacinas CoronaVac, produzidas no Instituto Butantan, em São Paulo, e Oxford/AstraZeneca, produzida pela Fiocruz, no Rio.

Durante coletiva, o ministro Pazuello anunciou que a campanha de imunização contra a Covid-19 começa, em todo o país, na quarta-feira (20).

Logística

As doses da CoronaVac serão distribuídas em 1,5 mil postos de saúde e clínicas da família dos 92 municípios do Rio que devem participar da campanha de imunização. Para garantir a campanha, a Secretaria Estadual de Saúde deve abrir 3 mil pontos de apoio.

No fim de semana, o Governo do Estado distribuiu as seringas para todos os municípios. Nessa primeira fase, serão 5,5 milhões de kits distribuídos pelo estado.