Com a transferência de tecnologia da farmacêutica chinesa Sinovac e a ampliação das instalações, o Butantan terá capacidade estimada para produção de cerca de 100 milhões de doses por ano - Mauricio Bazilio/ Governo do Estado do Rio
Com a transferência de tecnologia da farmacêutica chinesa Sinovac e a ampliação das instalações, o Butantan terá capacidade estimada para produção de cerca de 100 milhões de doses por anoMauricio Bazilio/ Governo do Estado do Rio
Por O Dia
Rio - As doses da Coronavac produzidas pelo Instituto Butantan chegaram às 13h30 desta terça-feira no Centro de Distribuição do município, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio.
A vacinação contra a covid-19 para os profissionais do Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, em Acari, Zona Norte do Rio, estava marcada para 14h. A unidade é referência no tratamento para o coronavírus. Por conta do atraso na chegada da remessa, a vacinação no hospital vai começar depois do horário previsto.
Publicidade
Segundo a pasta, o hospital conta com mais de mil funcionários da área assistencial, além de maqueiros, funcionários administrativos e da limpeza. 
A primeira pessoa a tomar a vacina no Rio, na segunda-feira (18), foi Dulcinéa Lopes, de 57 anos, técnica de enfermagem do Hospital Ronaldo Gazolla. A moradora do abrigo Cristo Redentor, Terezinha da Conceição, de 80 anos, também foi imunizada.
Publicidade
O município do Rio recebeu 231.840 doses da CoronaVac, vacina aprovada pela Anvisa no último domingo. Com essas doses serão vacinadas 110.470 pessoas.
Público alvo
Publicidade
A prefeitura informou que essas 231.840 doses serão aplicadas em trabalhadores de saúde que atendem diretamente pacientes com covid-19 e trabalhadores envolvidos na campanha de vacinação.
Também serão vacinados maiores de 18 anos com deficiência moradores de instituições. Idosos, a partir de 60 anos, que vivem em asilos e os trabalhadores dessas instituições. A população indígena também será vacinada nesta primeira etapa.
Publicidade
O cronograma de aplicação das doses nos asilos será definido pelas coordenações de Atenção Primária de cada região da cidade.