COR envia mais de 5 toneladas de lixo eletrônico para triagem da Comlurb

 - COR / Divulgação
COR envia mais de 5 toneladas de lixo eletrônico para triagem da Comlurb COR / Divulgação
Por O Dia
Rio - Em vistoria nas dependências do Centro de Operações Rio, o novo chefe-executivo do COR, Bruno Ramos, encontrou mais de 5 toneladas de lixo eletrônico descartadas em um contêiner. Entre diversos itens de mobiliário, estavam 59 monitores, 50 teclados, cinco catracas e 111 CPUs variados. Esse tipo de material não pode ser descartado em aterro sanitário por conter metais pesados altamente tóxicos e poluentes ao meio ambiente.
Pensando no conceito de cidades inteligentes e sustentáveis, em que é preciso ter responsabilidade com o uso de recursos, como redução, reutilização e reciclagem de materiais, Ramos entrou em contato com a Comlurb para dar o destino correto aos equipamentos.
Publicidade
"Fiquei abismado com tanto descaso. Não é a maneira certa de se desfazer de lixo eletrônico. Rapidamente falei com a Comlurb e os bens inservíveis serão reciclados”, afirmou. Todo material foi levado para a Central de Triagem de Irajá, onde cooperativas cadastradas junto à companhia recebem gratuitamente materiais recicláveis da coleta seletiva.
 
Publicidade