Ação de fiscalização da Seop no combate à covid-19 - Divulgação Seop / Prefeitura do Rio
Ação de fiscalização da Seop no combate à covid-19Divulgação Seop / Prefeitura do Rio
Por O Dia
Em prosseguimento às ações de fiscalização no combate à covid-19, a Secretaria de Ordem Pública (Seop) interditou seis estabelecimentos e constatou 30 infrações sanitárias desde sexta-feira (22). Somente no sábado, foram três interdições, 17 multas e 141 veículos removidos por estacionamento irregular.
Segundo a assessoria de imprensa da Seop, entre os estabelecimentos interditados está o bar e restaurante Eireli, na Rua Haroldo Cavalcanti, no Recreio. O local foi autuado por aglomeração por volta do meio-dia de sábado e interditado às 17h por reincidência. Os agentes também constataram diversas irregularidades, como preparo de churrasco ao ar livre, som alto, pessoas sem máscaras e consumindo bebidas em pé e fora das mesas.
Publicidade
Os outros dois estabelecimentos interditados foram durante ações noturnas: um em Bangu (por aglomeração) e o outro em Rocha Miranda (sem licença), mas os nomes não foram divulgados. Já o quiosque Pesqueiro, na Praia da Reserva, foi autuado por aglomeração, e o quiosque Família RJ, no Recreio, por falta de uso de máscara. A maioria das multas de sábado foi por conta de aglomeração.
Durante as ações em vários bairros da cidade, os agentes também atuaram na fiscalização e orientação do comércio ambulante. Também foram apreendidos mais de 600 itens irregulares, como bebidas em garrafas de vidro, óculos de sol supostamente falsificados e botijões de gás. 
Publicidade
Neste domingo, os agentes estiveram de manhã nas ruas de Copacabana, incluindo a área de lazer da Avenida Atlântica, e nas da Barra da Tijuca, e irão percorrer diversos bairros ao longo do dia.
Ao todo, a Seop contabiliza 202 inspeções, 87 infrações e 16 interdições (sendo oito eventos clandestinos em casas de festas e em uma parque de diversão) desde o início das ações e já passou por 34 bairros.