Estudantes fazem a segunda prova da versão digital do Enem - Reginaldo Pimenta / Agencia O Dia
Estudantes fazem a segunda prova da versão digital do EnemReginaldo Pimenta / Agencia O Dia
Por Thuany Dossares
Rio - A aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terminou neste domingo. A segunda prova digital teve 90 questões de matemática e ciências da natureza. Na semana passada, os estudantes fizeram a primeira prova, com perguntas de linguagens, ciências humanas e redação.

Cerca de 93 mil candidatos optaram por fazer o teste na versão digital. Entre eles, está o estudante Danilo da Silva Santos, de 20 anos, que espera conseguir uma vaga para cursar educação física. O jovem fez a prova na Universidade Veiga de Almeida, na Tijuca, na Zona Norte do Rio. 

"Escolhi a versão digital porque é o que a gente está mais acostumado ultimamente. Essa era digital, mais moderna, achei que fosse ser mais fácil, estou mais acostumado a ler e estudar pelo celular, computador", disse Danilo.

Outro motivo para o jovem escolher do exame digital foi a pandemia do novo coronavírus, com a possibilidade de fazer de uma forma mais correta o distanciamento social na sala de prova. O uso de máscaras de proteção era obrigatório. Os alunos também estavam tendo a temperatura aferida e tiveram as mãos higienizadas com álcool 70.

"A minha sala na semana passada só tinha sete alunos, e cabiam cerca de 30, então foi tranquilo para fazer o distanciamento social", contou.
Na semana passada, aproximadamente 30 mil estudantes compareceram em seus locais de prova para realizar o exame, o que representa apenas 32% dos inscritos. 

A estudante Maiara Fernanda Santiago Cardoso, de 17 anos, também foi a universidade da Tijuca para fazer a prova. A jovem falou sobre os pontos positivos e negativos do modelo digital do Enem.

"Confesso que me senti um pouco enganada. Achei que poderia fazer a redação digitada no computador, quando me inscrevi para a versão digital, mas tive que escrever manualmente, normal. Mas, em compensação, agora a gente não precisa mais marcar o cartão resposta, não perde mais tempo fazendo isso, e isso é bom, dá para aproveitar esse tempo fazendo a prova mesmo", explicou.

Os portões abriram às 11h30 e fecharam às 13h. Os estudantes tem até às 18h30 para concluir o exame. A versão impressa do Enem foi aplicada nos dias 17 e 24 de janeiro.