Prefeitura do Rio fiscalizou diversos pontos do município durante o Carnaval - Foto: Divulgação Seop / Prefeitura do Rio
Prefeitura do Rio fiscalizou diversos pontos do município durante o CarnavalFoto: Divulgação Seop / Prefeitura do Rio
Por O Dia
Rio - A Prefeitura do Rio fez mais de 12 mil ações de fiscalização durante o período de Carnaval. Nas operações conjuntas da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) com a Guarda Municipal, Instituto de Vigilância Sanitária e com o apoio da Polícia Militar, foram somadas 195 inspeções sanitárias, com 149 autos de infração e 45 interdições em estabelecimentos. Guardas municipais também constataram 464 infrações sanitárias por aglomeração e falta de máscara, totalizando 613 multas do tipo.

“De modo geral, a nossa avaliação para a fiscalização nesse período é positiva. O tradicional carnaval carioca não existiu em 2021. Com nosso monitoramento e notificações prévias também conseguimos impedir a realização de festas e eventos, que foram cancelados ou até mesmo transferidos para outros municípios. A maior dificuldade foi em pontos com registros de aglomerações antes mesmo desse período, mas não deixamos de fiscalizar esses locais, aplicando multas e interditando estabelecimentos”, avaliou o secretário municipal de Ordem Pública, Brenno Carnevale.

No período, 43 comboios da da Seop fiscalizaram 64 locais de eventos em todo município. 32 deles foram interditados por aglomeração ou por indícios de festa clandestina. Além disso, foram feitas 135 fiscalizações, com 29 autuações e 11 interdições por alvará em desacordo ou falta dele. 
Apreensões
Publicidade
A Coordenadoria de Controle Urbano fiscalizou mais de 230 vendedores ambulantes, multou 30 e preencheu 81 autos de apreensão de itens. Somando as apreensões da Vigilância Sanitária (16) em eventos e da Guarda Municipal (47), foram feitos, ao todo, 144 autos referentes a 13.910 itens levados para o depósito público de Bonsucesso, a maioria bebidas: 13.066, sendo 8.366 alcoólicas. Já equipamentos e caixas de som foram 42.


Remoções 
Já na fiscalização do trânsito e transportes, desde a sexta, a Coordenadoria Especial de Transporte Complementar (CETC) autuou 321 e removeu 25 vans e kombis (oito piratas) em toda a cidade. Somente nos pontos de bloqueio e patrulhamento na orla (previstos no plano municipal para o período), foram 225 autuações e sete remoções (quatro piratas). Já a Coordenação de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques (Cfer) removeu 1.821 veículos por estacionamento irregular e multou outros 598. Os dois órgãos também fazem parte da estrutura da Seop.
Publicidade