Draco - Divulgação
DracoDivulgação
Por O Dia
Rio - A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (DRACO), prendeu, na manhã desta quinta-feira, cinco membros de uma milícia que atua na Taquara, na Zona Oeste do Rio. Além disso, a corporação cumpriu 15 mandados de busca e apreensão.
Segundo os agentes, os milicianos agem nas comunidades da Invasão na Estrada da Meringuava, Curumaú na Boiuna e Malvina na estrada do Tindiba.

Dentre os que tiveram a prisão preventiva decretada estão os dois líderes da milícia, são eles Damião Juvino, conhecido por "Damião da Malvina" e Vanderlei Duarte Pereira, o Van Van, que já foi preso pela DRACO no ano passado.

De acordo com a polícia, após a prisão de Van van, a investigação teve continuidade e conseguiu comprovar que mesmo de dentro da cadeia, Damião continuava dando ordens a seus subordinados, mantendo o controle das cobranças, compra de armas e contratação de milicianos.
Publicidade
A Associação de Moradores da Comunidade Meringuava é um dos alvos da busca e apreensão. Segundo os agentes, há indícios de que o local seja usado para receber o dinheiro cobrado de moradores e comerciantes.
Segundo o delegado da DRACO, essa operação começou na quarta-feira com a prisão de Pedro Paulo Silva de Oliveira, conhecido como Neném, comparsa de Orlando Curicica, ex-chefe das milícias de bairros como Curicica e Gardênia Azul, na Zona Oeste do Rio.
Publicidade
Ele foi preso em Vargem Pequena e, de acordo com as investigações, era líder da milícia que atua na comunidade Dois Irmãos, em Curicica.