Vacinação drive thru na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ)
Vacinação drive thru na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ)Tânia Rêgo/Agência Brasil
Por O Dia
Rio - A Secretaria de Estado de Saúde do Rio (SES) informou que registrou, até esta segunda-feira, 607.806 casos confirmados e 34.330 óbitos por coronavírus no estado. Nas últimas 24 horas, foram contabilizados 1.086 novos casos e uma morte. Entre os casos confirmados, 566.804 pacientes se recuperaram da doença.
Segundo o painel de dados desenvolvido pela pasta, a taxa de ocupação de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para a covid-19 é de 78.8%. Já a taxa de ocupação nos leitos de enfermaria é de 59.6%.
Publicidade
Novos lotes de vacina 
O estado do Rio espera receber ainda nesta segunda-feira a sua parte das 3,3 milhões de doses de Coronavac que o Instituto Butantan entrega ao Ministério da Saúde. O governo, no entanto, só deve distribuir essas doses quando chegar o próximo lote, na quarta-feira. Segundo o cronograma do Governo Federal, 2 milhões de doses serão entregues no dia 17 de março. 
Publicidade
O secretário estadual de Saúde, Carlos Chaves, disse que por uma questão logística vai aguardar o lote de quarta-feira para distribuir as duas remessas esperadas para esta semana. Na própria quarta-feira serão encaminhadas as vacinas aos municípios de transporte terrestre ( Rio, Maricá e São Gonçalo) e na quinta-feira os helicóperos distribuem aos demais municípios do estado.
O prefeito do Rio, Eduardo Paes, usou sua rede social nesta segunda-feira (15) para pressionar o Ministério da Saúde a distribuir rapidamente as doses. Com o calendário de vacinação interrompido na cidade por falta de doses, Paes agradeceu ao governador de São Paulo, João Doria, pela entrega de 3,3 milhões de doses do Instituto Butantan aos estados, e disse torcer para que o Ministério "não fique estocando e distribua logo essas doses".
Publicidade
Na noite da última quinta-feira (11), o prefeito Eduardo Paes anunciou a suspensão do cronograma de vacinação por falta de doses na capital. O Rio abriria, esta semana, a imunização para pessoas de 75 e 74 anos. Mas sem a chegada de novas remessas, o município segue vacinando apenas a segunda dose e idosos com 76 anos ou mais. Paes disse que novos lotes devem chegar terça ou quarta-feira, mas não deu previsão exata.