Decreto da prefeitura autorizou a retomada às aulas presenciais, a partir desta segunda-feira
Decreto da prefeitura autorizou a retomada às aulas presenciais, a partir desta segunda-feira Imagem Internet
Por O Dia
Rio - A Justiça do Rio ratificou, na noite desta segunda-feira, a liminar que proíbe o retorno das aulas presenciais no município. A juíza Georgia da Cruz, da 2ª Vara de Fazenda Pública, manteve a decisão, que foi tomada neste domingo pelo juiz Roberto Câmara Lace Brandão, do Plantão Judiciário, após ação popular assinada por vereadores e deputados estaduais
"A reabertura das escolas nesse momento é açodada e gerará frutos que a sociedade não quer colher: propagação da Covid, maior saturação do já combalido sistema de saúde, reflexo direto na superlotação dos transportes públicos, etc", afirmou a juíza na decisão.
Publicidade
Neste domingo, a Justiça suspendeu a volta das aulas presenciais nas creches e escolas públicas e privadas na capital fluminense, que estava marcada para esta segunda-feira (5). Na sentença, o juiz Roberto Câmara Lace Brandão, do Plantão Judiciário, explica que "a precipitação da volta às aulas presenciais, nesse contexto, enseja um aumento desarrazoado da elevação do risco de contágio, tanto no que tange aos alunos e seus familiares, como também no que diz respeito a classe dos professores e demais profissionais envolvidos na atividade de ensino".