Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima
Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima Reprodução
Por O Dia
Rio - Foi adiado para segunda-feira (12) o depoimento da mulher acusada de agredir e arrastar um adolescente autista dentro de um condomínio da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. A mulher era esperada na Delegacia da Criança Adolescente Vítima (DCAV) nesta quarta-feira (7), às 14h, mas não compareceu. A defesa da investigada solicitou a vista dos autos e uma nova data para depoimento. O delegado responsável pelo caso, Adriano França, informou que vai pedir para adiantar a data da oitiva.
Segundo o delegado Adriano França, seis pessoas já foram ouvidas no início da semana, mas ainda faltam outras testemunhas. O delegado acredita que até segunda-feira (12), a delegacia já tenha coletado todos os depoimentos. Um porteiro e um morador do condomínio também são investigados por omissão, já que não reagiram ao observarem a agressão.
Publicidade