Banhistas na praia do Leblon, posto 11, nesta sexta-feira (16)
Banhistas na praia do Leblon, posto 11, nesta sexta-feira (16)Reginaldo Pimenta / Agência O Dia
Por O Dia
Rio - Apesar da nova prorrogação das medidas restritivas contra a covid-19 publicadas nesta sexta-feira (16) no Diário Oficial, diversos banhistas foram flagrados em aglomerações nas areias da praia do Leblon, na Zona Sul do Rio. Com a permanência das restrições, continua proibido pegar sol na areia, tomar banho de mar, fazer aglomerações e circulação de ambulantes na praia.
Nas imagens registradas pelo DIA é possível ver diversas pessoas juntas e sem máscara nas areias da praia, na altura do posto 11. Algumas tomam banho de mar e outras pegavam sol.

Conforme o decreto publicado pelo prefeito Eduardo Paes, bares, lanchonetes e restaurantes estão autorizados a funcionar até 21h, podendo exceder uma hora de tolerância. Os de mais comércios de rua podem abrir entre 10h e 18h.
Publicidade
Já nas areias das praias, é permitido somente atividades esportivas individuais e coletivas, sem aglomeração. O banho de mar e tomar sol seguem proibidos, bem como estacionar na orla e o comércio de ambulantes.
Veja o que está proibido
Publicidade
- Funcionamento de boates e a realização de eventos;
- Permanecer nas areias de praias e tomar banho de mar;
Publicidade
- Estacionar em orlas;
- Comércio de ambulantes;
Publicidade
- Feiras artesanais;
- A permanência de pessoas nas ruas entre 23h e 5h.
Publicidade
Vacinação no Rio
Neste sábado (17), a Prefeitura do Rio continuará a vacinação de idosos de 62 anos ou mais. Para aqueles que perderam o dia de sua primeira dose, os polos estão fazendo repescagem. Também serão imunizados neste sábado os profissionais de saúde com 50 anos ou mais, além de pessoas com comorbidades (clique aqui e confira a lista de doenças que se enquadram).
Publicidade
Para ser vacinada, é necessário que a pessoa esteja portando os seguintes documentos:
– Documento de identidade, número do CPF e, se possível, a caderneta de vacinação;

– Para a segunda dose, levar também o comprovante de vacinação da primeira dose;

– As pessoas com comorbidades devem apresentar também atestado médico confirmando a condição de saúde;

– Os profissionais de saúde devem levar também o comprovante dos conselhos de classe;

– Trabalhadores da saúde, educação, serviços de limpeza urbana, policiais militares, policiais civis, guardas municipais, bombeiros e agentes penitenciários devem estar na ativa e apresentar contracheque.