Prefeitura recebe medicamentos para facilitar o processo de entubação na guerra contra o Covid-19
Prefeitura recebe medicamentos para facilitar o processo de entubação na guerra contra o Covid-19Divulgação
Por O Dia
Rio - A Secretária Municipal de Saúde (SMS) retirou na quinta-feira (15), no sábado (17) e nesta segunda-feira (19), lotes de sedativos e bloqueadores neuromusculares na central de distribuição da Secretaria de Estado de Saúde (SES). De acordo com a SMS, todas as unidades de saúde estão abastecidas, com estoque para os próximos dias. 
Ainda de acordo com a secretaria, nesta terça-feira (20) será feita outra retirada, e novas entregas, feitas pelo Ministério da Saúde, estão previstas para ocorrer nos próximos dias, mantendo o abastecimento das unidade básicas. 
Publicidade
Falta de medicamentos na cidade
Na última sexta-feira (16), o DIA mostrou os relatos de funcionários do Hospital Municipal Albert Schweitzer, em Realengo, Zona Oeste do Rio, sobre a falta de sedativos na unidade, que os obriga a amarrar pacientes acordados na cama para intubação. Segundo eles, no começo de março a falta de sedativos já era uma realidade na unidade, no entanto, foi no início de abril que a situação ficou ainda mais complicada.
Publicidade
No momento, o secretário de saúde, Daniel Soranz, foi questionado sobre a falta dos medicamentos e afirmou que a Secretaria Municipal de Saúde possuía estoque para os próximos dias e que os hospitais estariam remanejando de acordo com suas necessidade. Na ocasião, a SMS também negou a falta dos remédios nas unidades.
 
Publicidade