Primeiro debate de presidenciáveis

Por

Os jornais informam que o debate de quinta-feira, na Band, foi vazio de propostas e entediante. Que mais poderia se esperar de um debate sem Lula? Não vi e não me arrependo. Lula, Haddad e Manuela fazem bem em ficar fora dessas presepadas. A esquerda, quanto mais candidatos tiver em todo o Brasil e ficar longe do Centrão e anexos explícitos ou disfarçados, de Eunícios, Renans e outros golpistas, mais votos terá. Em todo caso, a Band poderia fazer um debate com a dupla Haddad-Manu e a plateia, por sorteio. Não faltará gente de esquerda, de direita, com outras ideias ou de coisa nenhuma para fazer pergunta.

Boanerges de Castro

Rio

Resumo do debate: Henrique Meirelles não tem ideia do que fazia ali. Boulos foi o melhor do debate e com melhores propostas, mas tem o defeito de defender o indefensável (Lula). Bolsonaro começou comportadinho, mas no final já queria causar. Agora, está com sua honestidade tão admirada em cheque. Marina, inteligente e com a educação de sempre. Uma mulher com uma linda história, mas passa a sensação de que será engolida pelos lobos, caso seja presidente. Alvaro Dias foi a decepção da noite. Nervoso, não passou credibilidade. Eu admiro, mas não convenceu. Ciro Gomes domina a oratória como ninguém, além de ter uma inteligência acima da média, porém seu temperamento continua seu calcanhar de Aquiles. Geraldo Alckmin levou o troféu cara de pau. Será que não percebeu que queremos o novo? Ele é a manutenção do sistema. Daciolo foi o melhor stand-up de 2018. Um pastor louco, que representa outros tantos nesse Brasil.

Leo Lobinho

Pelo Facebook

Cedae se pronuncia

A respeito de carta publicada no Conexão Leitor de quarta-feira, sobre a falta d'água na rua Frederico de Castro Pereira, no Jardim Tropical, em Nova Iguaçu, a CEDAE informa que técnicos estiveram no local e constataram que toda rua encontra-se abastecida, inclusive com pressão suficiente para alcançar até cinco metros.

Assessoria de Comunicação da Cedae

Comentários