Uma zona natalina...

Todo ano é isso: filas e filas de carros, e o trânsito dando um nó na cidade

Por O Dia

Chega essa época e todo ano é a mesma coisa... Filas e filas de carros pra entrar em shoppings e o trânsito dando um nó por toda a cidade.

Os piores horários são por volta das 17h até as 20h, quando as pessoas estão saindo do trabalho e o fluxo fica ainda maior.  No entorno do shopping Tijuca é um caos.  As ruas estreitas não comportam o fluxo e a Avenida Maracanã para!

Na Zona Oeste a situação é ainda pior... Além do Barra Shopping e outros centros de loja, existem os grandes hipermercados que também formam filas de veículos e param a Avenida das Américas. A Ayrton Senna então... Nem se fala!

Um percurso de 20 minutos na última sexta-feira foi feito em duas horas! Além do estresse, o comércio também é afetado... Mais gente no trânsito, tempo pra ficar na loja e mesmo assim nunca há um plano especial para organizar o trânsito perto desses locais.

Não se vê nenhum guarda, nenhum desvio para liberar a pista... É um "Deus dará" total.

3,2,1... É DEDO NA CARA!

Pingo no I

"-14, pede pra ir embora...

-Não, Senhor!"

Essa fala lembra até aquele famoso filme onde o capitão pede para o soldado sair... Mas essa determinação não vem de filme, vem da vida real e é a de Caroline da Silva Pimentel Reis, de 32 anos, primeira mulher a se formar no curso operacional do Batalhão de Choque.

Caroline, formada em odontologia, mãe de gêmeos com 17 anos, esqueceu a vaidade e foi à luta... Raspou até os cabelos para ir atrás dos seus sonhos!

O curso que a mesma se formou é o de controle de distúrbios civis, especializado em missões especiais. Que força!

Bora colocar o pingo no I...

A mulherada tá conquistando tudo! E se isso te incomoda, é melhor você começar a pedir pra sair, hein... Fica a dica.

Tá bonito

Alexandre ajuda a entregar doações de forma voluntária - Divulgação
Da vida a gente só leva as grandes amizades e parcerias que fazemos... E em 2019, isso não seria diferente.

Alexandre Dias, de São João de Meriti, é caminhoneiro e ganha a vida pelas estradas... Sempre ligado no meu programa da Rádio Tupi. Ele, durante todo esse ano, foi parceiro do quadro "Apela Aí", ajudando a entregar doações que os ouvintes pedem, sem cobrar absolutamente nada.

"A vida é muito curta. Quero passar para os meus quatro filhos a lição de fazer o bem, isso é o mais importante". 

Obrigada pela parceria, Alexandre! Você faz parte da emoção que esse quadro proporciona diariamente a nós e a milhares de ouvintes. 2020 é logo ali!

Por isso, se você me perguntou se tá feio ou tá bonito...

Que muitos Alexandres apareçam por aí no ano que está chegando, e tenho dito!
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários