Curta-metragem conta a história de meninos da Vila Ideal e destaca a desigualdades sociais do país - Divulgação
Curta-metragem conta a história de meninos da Vila Ideal e destaca a desigualdades sociais do paísDivulgação
Por O Dia

Rio - O cinema da Baixada Fluminense ganha cada vez mais o mundo e se fortalece no cenário da sétima arte. O curta-metragem 'Cascudos', produzido pelo Cineclube Matecomangu, de Duque de Caxias, foi selecionado para o Festival Internacional de Cine de Maipú Ficmai, em Buenos Aires. O evento será entre 8 e 14 de outubro.

A história se passa em uma das muitas fronteiras que há na cidade da Baixada e apresenta um Brasil desigual. "O filme mostra que, apesar de tudo, os cascudos diários não perdem o fraterno. É sobre o despertar social de Pedrinho, é sobre a resistência dos moleques da Vila Ideal, bairro de Duque de Caxias. Nesses tempos sombrios, o curta propõe uma direção. O país tem de correr atrás para compensar uma história tão injusta da pobreza", explica o diretor Igor Barradas.

É a primeira exibição fora do país de 'Cascudos', que foi lançado neste ano. A participação internacional do curta rodado nas ruas de Duque de Caxias está gerando expectativa. "Foi uma felicidade e uma enorme recompensa estar em um festival de tal porte, representando o cinema nacional e os cineclubes da Baixada", ressaltou Igor.

Mundo afora

Duque de Caxias está mesmo com moral no universo cinematográfico. O diretor Rodrigo Dutra acaba de ganhar o prêmio de melhor diretor na categoria documentário do Indian Cine Filme Festival (ICFF). Ele participou do evento com o filme 'TV Olho'. A produção aborda a história da primeira TV comunitária do Brasil. "O prêmio foi de direção, mas é para toda a equipe que imaginou e executou esse projeto em seus mínimos detalhes. É um orgulho muito grande ganhar um prêmio. É a coroação de um trabalho bem executado", empolga-se Rodrigo Dutra.

Você pode gostar
Comentários