Emily é atleta da pesada

Iguaçuana de 20 anos é promessa de medalha no levantamento de peso

Por aline.cavalcante

Quem olha a baixinha de 1,47m não imagina a força que tem Emily Figueiredo, 18. Ano passado a atleta iguaçuana ganhou o bronze no Campeonato Mundial, no Peru, pela categoria sub-17. E ela está se preparando para disputar duas grandes competições internacionais: o Panamericano e o Mundial.

A rotina da levantadora de peso é árdua: seis horas diárias de segunda a sábado. Esforço compensado por ficar entre as cinco melhores do mundo, na categoria sub-17.

Os próximos desafios de Emily serão em abril, em El Salvador, e em junho na Geórgia, ambos disputados em campeonatos sub-20.

A atleta começou praticar o levantamento de peso aos 14 anos e se apaixonou pelo esporteDivulgação


“É meu primeiro ano nesta nova categoria e por isso a responsabilidade. Nosso país ainda não tem muita tradição no esporte. Então estou treinando muito para me sair bem no Panamericano e chegar com moral no Mundial”, disse, empolgada .

O esporte entrou na vida de Emily desde cedo. Dos 5 aos 11 anos ela fez Ginástica Olímpica, depois foi para o Salto Ornamental. Mas foi aos 14 anos que conheceu o levantamento de peso e se apaixonou pela modalidade, mesmo enfrentando dificuldades e preconceito.

“Praticar o esporte morando na Baixada foi dureza, porque a prática por aqui não é nada comum”, contou.

Sobre seu sonho, a jovem é categórica. “Quero me dedicar e alcançar lugares cada vez mais altos. A Olimpíada é o sonho de todo atleta e é isso que busco para mim”, conta.

Então... Que venham mais medalhas para o Brasil!

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia