Os equipamentos estão instalados nos bairros Arsenal, Barro Vermelho, Boa Vista, Covanca, Engenho Pequeno, Gradim, Itaúna, Laranjal, Lindo Parque, Mutuaguaçu, Nova Grécia, Novo México, Patronato, Porto Novo, Sete Pontes, Tenente Jardim, Venda da Cruz e Zumbi - Divulgação
Os equipamentos estão instalados nos bairros Arsenal, Barro Vermelho, Boa Vista, Covanca, Engenho Pequeno, Gradim, Itaúna, Laranjal, Lindo Parque, Mutuaguaçu, Nova Grécia, Novo México, Patronato, Porto Novo, Sete Pontes, Tenente Jardim, Venda da Cruz e ZumbiDivulgação
Por Irma Lasmar
SÃO GONÇALO - A Subsecretaria de Defesa Civil, em alinhamento com as ações de preparação para chuvas, está realizando testes e manutenções preventivas nas 25 sirenes do Sistema de Alerta e Alarme do município. “A Defesa Civil trabalha com prevenção. Realizamos os testes nas sirenes para que possamos garantir a eficácia do trabalho para a população gonçalense”, afirmou o subsecretário municipal de Defesa Civil, tenente coronel Fernando Rodrigues.
Os equipamentos estão instalados nos bairros Arsenal, Barro Vermelho, Boa Vista, Covanca, Engenho Pequeno, Gradim, Itaúna, Laranjal, Lindo Parque, Mutuaguaçu, Nova Grécia, Novo México, Patronato, Porto Novo, Sete Pontes, Tenente Jardim, Venda da Cruz e Zumbi.
Publicidade
As sirenes possuem cinco gravações de aviso: de teste, de simulados, de chuva, de mobilização e de desmobilização. O sistema monitora o índice pluviométrico (quantidade de chuvas) e informa a população sobre o risco de deslizamento. Quando a chuva atinge a cota pré-estabelecida, indicando a situação de risco, a Defesa Civil emite um alarme pelas sirenes. Neste caso, os moradores dessas áreas devem reunir a família, pegar documentos e remédios necessários, desligar a chave da luz e o gás, e não voltar à casa se não tiver autorização da Defesa Civil.