Encontro deu partida ao desenvolvimento da proposta e, a partir de então, serão definidos a data e o local para operar, além dos detalhes técnicos
Encontro deu partida ao desenvolvimento da proposta e, a partir de então, serão definidos a data e o local para operar, além dos detalhes técnicosDivulgação/ Lucas Alvarenga
Por Irma Lasmar
SÃO GONÇALO - Com foco na retomada econômica da cidade no cenário pós-pandemia, a implementação da Casa do Trabalhador no município foi uma das pautas do prefeito Capitão Nelson em encontro com o subsecretário de Estado de Trabalho e Renda, Julio Saraiva, e com a participação do secretário municipal de Assistência Social, Wagner Ventura, e do secretário municipal de Políticas Sobre Álcool e Drogas, Wanderson Dias. Também foi acordada a renovação do contrato do termo de cooperação técnica da unidade do Sistema Nacional de Empregos (Sine) de São Gonçalo com o Governo do Estado pelos próximos dois anos.
Através da parceria com o Estado, o Sine atua como um facilitador entre as empresas e quem precisa trabalhar. O município auxilia na captação de vagas e, a partir do perfil procurado pelas organizações, faz o encaminhamento dos candidatos. A implantação da Casa do Trabalhador viria a fortalecer ainda mais a profissionalização e a geração de emprego e renda, principalmente após a crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. O espaço também poderá servir para a promoção de debates de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento econômico.
Publicidade
“Em visita à Prefeitura, iniciamos o projeto para trazer a Casa do Trabalhador para São Gonçalo, através de uma parceria com o Governo do Estado. O objetivo é atender a população, não só na questão da qualificação para geração de vagas de emprego, atendimento ao pequeno e médio empresário e aos formadores de economia solidária, mas a toda a cadeia que gera emprego e renda no município. Esperamos que a Casa do Trabalhador seja um grande espaço para ajudar diretamente a melhorar a empregabilidade na cidade”, ressaltou Julio Saraiva.
O encontro foi o pontapé inicial para o desenvolvimento da proposta e, a partir de então, serão definidos a data e o local para operar, além de todos os detalhes técnicos. O prefeito vê com otimismo a parceria: "Estamos muito felizes e confiantes com esse projeto. A parceria com o Governo do Estado através do Sine já rende bons frutos para o nosso município e tenho certeza de que, com a Casa do Trabalhador, a cidade irá gerar mais emprego e renda, reforçando ainda mais a economia gonçalense”, declarou Capitão Nelson.