Jurandir Silva, 35 anos, morto a tiros na porta de casa, em Meriti. - Reprodução Notícias São João de Meriti
Jurandir Silva, 35 anos, morto a tiros na porta de casa, em Meriti.Reprodução Notícias São João de Meriti
Por O Dia
Um homem foi assassinado a tiros, na madrugada desta quinta-feira, na porta de casa, na Estrada São João, em São João de Meriti, Baixada Fluminense. Segundo testemunhas, Jurandir Silva de Mello, conhecido como "None", foi morto pelo filho de um vizinho após uma discussão por conta de som alto.
Ainda de acordo com os relatos, na madrugada desta quinta-feira, o vizinho de Jurandir colocou uma caixa de som ligada em direção a sua casa e a vítima fez uma reclamação. Por volta de 0h30, Jurandir estava em casa e desceu após ouvir gritos em seu portão.
Publicidade
A esposa de Jurandir escutou os tiros e, quando desceu para ver o que tinha acontecido, encontrou o filho do vizinho armado e Jurandir baleado na perna, pedindo ajuda. Ela tentou ajudar mas o homem não deixou, a xingou e a ameaçou de morte e ordenou que fugisse. Assim que fugiu, ela ainda ouviu mais barulhos de tiros.
Equipes do 21°BPM (São João de Meriti) foram acionadas para checar a ocorrência e encontraram o homem morto a tiros. A área foi isolada e a perícia foi realizada.
Publicidade
A Polícia Civil informou que a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) está investigando o caso e agentes ouvem testemunhas e familiares da vítima. Durante a perícia, o celular do suspeito de cometer o homicídio foi encontrado.
Nas redes sociais, familiares e amigos lamentaram a morte de "None" e pedem justiça. Jurandir deixou a esposa e três filhos.