Recém-nascido é um menino. Ele recebeu atendimento médico e passa bem - Divulgação PM
Recém-nascido é um menino. Ele recebeu atendimento médico e passa bemDivulgação PM
Por O Dia
Um recém-nascido foi encontrado na manhã desta segunda-feira (3/08), abandonado na Rua Ipojuca, no bairro Agriões, em Teresópolis. A criança ainda estava suja de sangue e com o cordão umbilical, ela foi encontrada por moradores, que ouviram o choro e resgataram o bebê.
O recém-nascido é um menino. Segundo a moradora que o encontrou, ele estava enrolado apenas em um cobertor fino e sujo, deixado próximo a sua casa, na rua.


“Acordei cedo com uma criança chorando, meu vizinho também estava me chamando e, na hora que abri a porta, vi que era um bebê. Peguei ele no colo, estava chorando muito, enrolado no pano, um cobertor fininho e muito sujo, estava gelado, mas assim que o peguei ele parou de chorar”, conta Thainá.

Thainá pediu então ajuda a mãe, enquanto o vizinho entrava em contato com a Polícia Militar para solicitar o auxílio de uma viatura. Uma rede de solidariedade se formou e logo o bebê já havia sido trocado e embalado em roupas limpas e quentes.

“Minha mãe veio e me ajudou a colocar a roupa e a fraldinha na criança, que foram doadas por uma vizinha. Eu a enrolei no cobertor que era da minha filha. A criança ainda estava com o cordão umbilical, então minha mãe colocou a fraldinha cobrindo”, relata Thainá.

O recém-nascido foi resgatado pela guarnição Guardiões da Vida, do 30º BPM. Duas guarnições atenderam a ocorrência, uma seguiu com o bebê para o Hospital das Clínicas de Teresópolis, enquanto a outra fez rondas pela localidade, com objetivo de localizar a mãe da criança, mas até o momento não há informações sobre os responsáveis pelo abandono.

“Fomos encaminhados pela Sala de Operações para auxiliar uma criança que havia sido abandona. No local, fomos recebidos pela família da Thainá, que já havia trocado o cobertor e acolhido o bebê. Minha guarnição seguiu com ele para o HCT, enquanto a outra ficou no local. Acompanhamos o início do atendimento, nossa maior preocupação era com a saúde do bebê e fomos informado que ele está bem”, explica a cabo Helen.

O caso foi registrado na 110ª DP, que seguirá com a investigação para encontrar os responsáveis pela criança. Trata-se do crime de abandono de incapaz e os responsáveis irão responder pelo delito. A formalização da denúncia contou com o depoimento da moradora Thainá, que encontrou o recém-nascido. Ela já esteve na delegacia, onde prestou depoimento.

“Como é uma ocorrência atípica, é bom a gente ressaltar que a Polícia Militar também trabalha salvando vidas. Pudemos chegar a tempo hoje de manhã e salvar essa criança. Deu tudo certo e tivemos a confirmação que o recém-nascido está com saúde plena, sem risco de morte”, destaca o tenente Barros.
Você pode gostar
Comentários