Meta da campanha é arrecadar seis mil latas de leite em pó, mas doação não é uma condição para as pessoas receberem doses da vacina
Meta da campanha é arrecadar seis mil latas de leite em pó, mas doação não é uma condição para as pessoas receberem doses da vacinaDivulgação
Por O Dia
No último sábado (3/04), a Prefeitura Municipal de Teresópolis deu a largada para a campanha “Dose de solidariedade”, que visa promover uma corrente do bem contra a mortalidade infantil durante a campanha de vacinação contra a Covid-19. Uma iniciativa do Gabinete de Crise contra o Coronavírus, por meio das secretarias de Desenvolvimento Social e de Saúde, a campanha tem o objetivo de arrecadar latas de leite em pó indicado para menores de 12 meses para apoiar as mães puérperas que possuam condições clínicas que as impeçam de amamentar os filhos, tais como doenças infectocontagiosas (ex: HIV, hepatites virais etc).
A meta da campanha é arrecadar seis mil latas de leite em pó, que podem ser doados por qualquer pessoa no ato da vacinação contra a Covid-19, realizado em sistema drive-thru (dentro do carro) em três pontos na cidade e no interior: na Secretaria de Saúde (Rua Júlio Rosa, 366, Tijuca), em frente à UBS de Bonsucesso e em frente à Unidade de Saúde de Pessegueiros. Independente da vacinação, qualquer pessoa que deseje participar da ação solidária poderá fazer sua doação nestes locais.
Publicidade
A distribuição desse tipo de alimento será realizada, de maneira integrada, por profissionais da área do serviço social, das Secretarias municipais envolvidas, às crianças, preferencialmente, já atendidas por programas sociais e de saúde da Prefeitura de Teresópolis.
“A campanha é uma grande convocação para que toda a sociedade se una para fazer a diferença na vida de bebês e mamães que têm condições clínicas especiais e por isso não podem amamentar seus filhos. Vamos fazer uma corrente linda, do bem, pelas famílias de Teresópolis”, comenta o prefeito Vinícius Claussen.
Publicidade
A campanha “Dose de Solidariedade” é uma ação solidária e não é uma condição para as pessoas receberem doses da vacina contra a Covid-19, uma vez que a vacinação é um direito legal.
Você pode gostar
Comentários