Prefeito, vice-prefeita e secretária de saúde lideraram reunião realizada hoje (18) - Divulgação/PMV
Prefeito, vice-prefeita e secretária de saúde lideraram reunião realizada hoje (18)Divulgação/PMV
Por O Dia
Na manhã seguinte à aprovação da Anvisa para uso emergencial das vacinas produzidas por Instituto Butantan/Sinovac e Fiocruz/Oxford, profissionais de saúde de Vassouras participaram de reunião liderada pelo prefeito Severino Dias, pela vice-prefeita Rosi Farias e pela secretária de Saúde Larissa Viera para encaminhamento do plano de vacinação. Segundo a prefeitura, as 1.170 doses com entrega prevista para hoje (18) serão utilizadas na vacinação de mais de 550 profissionais de saúde nesta etapa inicial. A primeira pessoa a receber a vacina em Vassouras será Luiz Henrique Guerra, de 63 anos, que trabalha no setor de imunização da cidade há quase quatro décadas. "Mesmo com idade para se aposentar, Luiz Henrique faz questão de continuar na frente de batalha, vacinando a população contra a covid-19", destacou a prefeitura. "Com base na quantidade de vacinas que forem chegando, vamos vacinando outros grupos prioritários”, disse o prefeito, que lembrou a necessidade de mudança do planejamento: "Nosso desejo era vacinar toda a população de uma vez. Nós já estávamos com nosso plano de imunização montado e com capacidade financeira para comprar todas as vacinas necessárias para a cidade, mas as doses foram requisitadas pelo governo Federal e agora temos que seguir as orientações do Ministério da Saúde".
Larissa Vieira informou que todas as unidades de saúde de Vassouras vão funcionar como pontos de vacinação, mas que unidades volantes serão montadas de acordo com o recebimento de novas remessas dos imunizantes. "Já adquirimos mais de 120 caixas térmicas para o transporte adequado. Além disso, temos uma câmara resfriadora que comporta até 50 mil doses de vacina, e milhares de seringas suficientes para vacinarmos toda a população", explicou a secretária de saúde.