Clubes X Bom Senso Futebol F.C

Jogadores temem projeto de lei que possibilitará refinanciamento de dívidas dos times

Por monica.lima

Na reunião da semana passada, em Brasília, com a presidenta Dilma Rousseff, representantes de doze clubes do país pediram empenho do Governo Federal na aprovação do projeto de lei que possibilitará o refinanciamento de suas dívidas fiscais, tributárias e trabalhistas. Somado, o papagaio dos times com a União atinge a impressionante cifra de R$ 4 bilhões. O projeto de lei deverá ir para o plenário da Câmara nas próximas semanas. Mas o que é visto como salvação por clubes como o Botafogo (foto), que no momento deve cinco meses de direitos de imagem e três de salários para seu elenco, não encontra o mesmo entusiasmo entre os principais jogadores reunidos no Movimento Bom Senso F.C.

O Botafogo deve cinco meses de direitos de imagem e três de salários para seu elencoCarlos Moraes/Agência O Dia

A principal queixa dos atletas contra projeto é a falta de dispositivos legais que punam na Justiça dirigentes que operem no limite da irresponsabilidade. Em um post ontem em sua página no Facebook, o zagueiro e líder do Bom Senso, Paulo André, alerta para o fato de o projeto inocentar cartolas pelo crime de apropriação indébita. Para isso bastaria o clube aceitar as condições determinadas para pagamento da dívida e, a partir daí, ninguém mais poderia ser responsabilizado criminalmente pelo débito. Outro ponto criticado pelo ex-zagueiro corintiano é o uso da Certidão Negativa de Débitos (CND) como único instrumento de comprovação da boa fé do devedor. Segundo ele, “achar que a apresentação da CND anual é suficiente para moralizar o futebol brasileiro é uma ofensa à inteligência alheia”. Caso não sejam atendidos, os jogadores podem até parar o Brasileirão.

Tour do Maracanã volta com novidades

Após o recesso da Copa, o Tour do Maracanã volta hoje. E a atração terá uma série de novidades. A tecnologia entra em campo com as estações interativas como o pênalti virtual, onde os visitantes podem simular uma cobrança, e o Maracasom, que reproduz os ruídos da obra de reforma e os cânticos das torcidas. Outro destaque é um uniforme usado por Garrincha na conquista do bi no Chile, em 1962.

Mapfre “assina” a Corrida do Milhão

Prova mais badalada da Stock Car, a Corrida do Milhão terá um patrocinador exclusivo. A seguradora espanhola MAPFRE adquiriu o naming rights da corrida, que será disputada domingo, no circuito de Goiânia. Como de praxe, os valores do negócio não foram revelados. O contrato é apenas para esta edição, mas pode ser estendido para os próximos anos. A corrida paga R$ 1 milhão de prêmio ao seu vencedor.

Número da semana

€ 33,7 mi
Esse foi o valor arrecado pelo Real Madrid nos dois primeiros dias de venda da camisa de seu mais novo reforço, o colombiano James Rodríguez. Em 48 horas foram vendidas 350 mil peças com o nome do artilheiro da Copa nas costas. Nem Cristiano Ronaldo, Beckham e Zidane venderam tanto em tão pouco tempo

INVESTCRAQUE

Vanderlei Mazzuchini, campeão de basquete no Pan do Canadá, em 99

Em quadra, o ala Vanderlei Mazzuchini teve como maior feito estar na Seleção Brasileira campeã do torneio de basquete do Pan-Americano de Winnipeg, em 1999, no Canadá. Com a camisa da seleção marcou 730 pontos em 56 jogos. Fora dela, o atual diretor técnico da confederação será o braço direito do técnico argentino Rubén Magnano no mundial da modalidade, que começa no final de agosto, na Espanha. Mazzuchini tem 60% do patrimônio investido no agronegócio (gado e fazendas) e o restante em fundos de renda fixa (CDB).

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia