Trabalhadores estão parando de fumar mais cedo

Levantamento mostra que trabalhadores estão parando de fumar mais cedo. Apesar disso, OMS diz que redução geral não será suficiente para atingir metas

Por RENAN SCHUINDT

Número de jovens fumantes diminui, segundo ONU
Número de jovens fumantes diminui, segundo ONU -

Rio - Às vésperas do Dia Nacional de Combate ao Fumo, celebrado amanhã, há uma boa notícia: os jovens que ocupam novas vagas no mercado de trabalho estão deixando de fumar. A pesquisa foi feita pela RhMed, empresa especializada em inteligência em saúde. E mostra uma redução de 9,4% no número de fumantes que trabalham em empresas privadas. Segundo o levantamento, a população trabalhadora acima de 25 anos tem 2,4 vezes mais fumantes que a população de 18 a 24 anos. O estudo analisou dados de 92 mil exames ocupacionais de todo o país entre janeiro de 2016 e junho deste ano.

"O mais interessante foi verificar o impacto do tabagismo no nível de estresse e na qualidade do sono dos profissionais. Os dados chamam a atenção para efeitos colaterais não muito debatidos, que são causados diretamente pelo hábito de fumar", diz o Dr. Geraldo Bachega, diretor-médico da RhMed. Ele se refere ao número de fumantes que reportaram estar sob estresse ser 85% maior que o de não-fumantes.

O consumo de tabaco tem diminuído. Entretanto, a Organização Mundial da Saúde (OMS) diz que o número ainda é insuficiente para chegar à meta de reduzir o consumo em 30% até 2025 entre pessoas com 15 anos ou mais.

PREJUÍZOS

De acordo com um relatório da organização, 27% das pessoas fumaram em 2000. Em 2016, o número baixou para 20%. Atualmente, 12% da população brasileira é fumante o equivalente a 21 milhões de pessoas. O consumo de cigarros causa um prejuízo de R$ 57 bilhões ao país a cada ano. Desse total, R$ 39,4 bilhões são com custos médicos diretos e R$ 17,5 bilhões com gastos indiretos decorrentes da perda de produtividade, provocadas por morte prematura ou por incapacitação de trabalhadores.

Galeria de Fotos

Número de jovens fumantes diminui, segundo ONU Reprodução
No Dia Mundial sem Tabaco, OMS alerta para doenças provocadas pelo fumo Banco Mundial / ONU

Comentários

Últimas de Vida Saudável