Evento conscientiza sobre a doença

Passeio motociclístico em Niterói divulga informações e chama atenção para o aumento de casos

Por

O ronco dos motores chamou a atenção para a conscientização sobre a doença de Alzheimer. No último sábado, o passeio motociclístico que marca a Semana Nacional de Trânsito, em Niterói, abraçou a causa. Com o tema 'Conviver para conhecer', cerca de 150 motociclistas de moto clubes de todo o estado percorreram 18 quilômetros, num trajeto entre o Centro de Niterói e a Praia de Piratininga. Todos com camisas roxas, a cor identificada com o Dia Mundial da Doença de Alzheimer.

A concentração foi às 10h. Na ocasião, o jornalista Lino Piñon destacou um dado alarmante. "Até 2060, o Brasil terá 58 milhões de pessoas com mais de 60 anos. E o principal fator de risco para Alzheimer é a idade avançada. Isso é preocupante, pois a falta de informações é grande e o despreparo para o diagnóstico ainda é a lacuna no nosso sistema de saúde", argumentou Piñon.

INFORMAÇÕES NO TWITTER

O jornalista foi um dos organizadores do evento. Lino Piñon tem uma conta no Twitter em que divulga diariamente informações coletadas em fontes de todo o mundo. O Alzheimerebook (www.twitter.com/alzheimerebook) conta com mais de 61 mil seguidores.

Em seu discurso, Lino Piñon comentou que os familiares precisam estar atentos ao comportamento dos idosos. Segundo ele, é comum que os parentes creditem a perda de memória recente ao processo natural de envelhecimento. "É bom desconfiar sempre e procurar médicos especializados em Alzheimer que possam realizar testes cognitivos", recomendou.

Para Priscilla Rocha, chefe do Departamento de Educação para o Trânsito da Nittrans, órgão da Prefeitura de Niterói, o lema da segurança no trânsito 'Nós fazemos a diferença' pode ser aplicado às causas sociais, como a conscientização sobre a doença de Alzheimer. "As informações que foram passadas no contato com as pessoas com certeza contribuíram para esclarecimentos sobre o Alzheimer".

Comentários

Últimas de Vida Saudável