Ações sociais como tratamento contra o câncer

Pesquisa aponta resultados positivos para pacientes que recebem apoio familiar

Por O Dia

Mês de novembro foi marcado pela campanha contra a doença
Mês de novembro foi marcado pela campanha contra a doença -

Rio - Levantamento apresentado na última semana no Simpósio de Câncer de Mama San Antônio, nos Estados Unidos, mostra que 53% dos pacientes apresentaram mudança positiva no tratamento após participar de ações sociais voltadas para a melhora da autoestima. O estudo faz parte de uma pesquisa feita em parceria entre os médicos do Hospital Universitário Gaffré, Guinle e o blog Viver Eu Quero.

"Grupos de apoio, meditação ou recreação são todos projetos de apoio social e devem ser realizados continuamente para promover o bem-estar. Precisamos enxergar as pessoas como um todo e não apenas as suas doenças", afirma a oncologista carioca Sabrina Chagas, que também participou da pesquisa.

O estudo foi realizado entre dezembro do ano passado e junho deste ano com mais de 100 pacientes entre 30 e 60 anos. O apoio familiar foi relatado por 94% dos participantes. Os entrevistados também responderam de maneira positiva sobre se sentir útil e a capacidade de fazer tarefas do dia a dia. Em maio, o Vida Saudável mostrou um ensaio fotográfico entre mães e filhas que venceram a doença. O projeto, batizado como Amor de Diva, também foi uma parceria entre o blog criado por Day Sant'Anna e a especialista Sabrina Chagas.

Galeria de Fotos

Mês de novembro foi marcado pela campanha contra a doença Reprodução de internet
R Reprodução

Comentários

Últimas de Vida Saudável