Distribuição de preservativos e testagem rápida são algumas das atividades realizadas  - Divulgação
Distribuição de preservativos e testagem rápida são algumas das atividades realizadas Divulgação
Por O Dia
Volta Redonda - Dando continuidade ao Dezembro Vermelho, que é o mês de luta e combate à Aids, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Volta Redonda está realizando diversas atividades durante todo o mês. O objetivo das ações é reforçar na população a importância de se fazer a prevenção.

Nesta segunda-feira, dia 16, o documentário Carta para Além dos Muros, dirigido por André Canto, um apanhado de três décadas de história do HIV e da AIDS no Brasil, será exibido no Grêmio Artístico e Cultural Edmundo de Macedo Soares e Silva (Gacemss), na Vila Santa Cecília, para acadêmicos das diversas faculdades de Volta Redonda e funcionários das secretarias municipais de Saúde e Cultura.

O filme mostra a cronologia da epidemia de HIV no país por meio de relatos de especialistas e ativistas de diversas gerações e é conduzido por uma narrativa inspirada no trabalho de Caio Fernando de Abreu, que deu nome ao filme.
O documentário investiga e expõe o estigma e a discriminação como produtos de uma sociedade que insiste em manter marginalizadas as pessoas que vivem com HIV, mesmo 30 anos depois do início da epidemia.

O longa tem cerca de uma hora e meia de duração e reúne depoimentos de mais de 30 pessoas que fazem parte dessa história, como o médico e escritor Drauzio Varella, a mãe do cantor Cazuza, Lucinha Araújo, além de pessoas que vivem com HIV e trabalham para acabar com o estigma da doença.

O secretário Municipal de Saúde, Alfredo Peixoto, destacou que, além dessas atividades, o município vem intensificando as testagens para HIV.
Publicidade
“Os testes podem ser realizados nas 46 Unidades de Saúde do município, além do Centro de Doenças Infecciosas (CDI). É importante que a população aproveite e faça o teste”, avisou o secretário.