Força-tarefa realiza fiscalização em estabelecimentos comerciais de Volta Redonda - Divulgação
Força-tarefa realiza fiscalização em estabelecimentos comerciais de Volta RedondaDivulgação
Por O Dia
Volta Redonda - Uma operação de fiscalização em estabelecimentos comerciais aconteceu neste sábado, dia 04, em Volta Redonda, para evitar aglomeração de pessoas por conta da Covid-19, o Novo Coronavírus.

A ação aconteceu um dia após o prefeito Samuca Silva anunciar que os estabelecimentos comerciais que não estavam funcionando deveriam permanecer fechados até, no mínimo, 13 de abril, conforme orientação do Ministério Público e de acordo com o decreto do governador Wilson Witzel.

Segundo o diretor do Departamento de Atividades Econômicas e Sociais, da Secretaria Municipal de Fazenda, Wagner Jardim Chaves, mais de duzentos estabelecimentos comerciais já foram fiscalizados.

“A maioria dos estabelecimentos que insistem em permanecer abertos são bares localizados na periferia. Estamos realizando essa fiscalização durante toda a semana e tenho notado que os proprietários passaram a acatar a determinação de permanecer fechado”, disse o diretor.

Entre os bairros que concentram as maiores notificações de atividades comerciais estão: Água Limpa, Retiro, 249, Belmonte e Siderlândia. Os reincidentes serão multados, conforme prevê o decreto, em cinco Ufivres (Unidade Fiscal de Volta Redonda), que corresponde a R$ 945,55.

O Secretário Municipal de Fazenda, Fabiano Andrade, também reforçou que a fiscalização acontece todos os dias.

“Estamos prosseguindo com o cumprimento do decreto municipal para evitar que os comércios permaneçam abertos, e assim coibir a concentração de pessoas. O risco de contaminação é grande, por isso é importante, sim, a medida para evitar que as pessoas fiquem próximas nos ambientes”, disse o secretário.

A população pode ajudar a prefeitura na fiscalização denunciando, de forma anônima, estabelecimentos que estejam descumprindo o decreto de restrições de serviço. O telefone é o 156.

A fiscalização de atividades econômicas e sociais das secretarias de Fazenda e Meio Ambiente e Obras, além da Vigilância Sanitária, estão sendo feitas com o apoio da Guarda Municipal, Secretaria Especial de Segurança Pública e Polícia Militar, durante todos os dias e em sistema de plantão nos finais de semana.