Samuca Silva faz apelo para que seja cumprido o isolamento social em Volta Redonda - Divulgação
Samuca Silva faz apelo para que seja cumprido o isolamento social em Volta RedondaDivulgação
Por O Dia
Volta Redonda - O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, fez mais um apelo nesta terça-feira, dia 07, para que seja cumprido o isolamento social na cidade. Por mais um dia, o número de casos confirmados de contaminação por Covid-19, o Novo Coronavírus, teve aumento.

Atualmente, a cidade tem 69 casos confirmados; três óbitos por conta do vírus; quatro óbitos suspeitos aguardando resultado dos exames e ainda 482 casos suspeitos. Samuca fez um alerta sobre a média de 14% dos confirmados de todos os casos suspeitos, com esta média, a cidade pode chegar a mais de 100 pessoas contaminadas.

“Cerca de 14% dos exames estão dando confirmados. Desses 482 casos suspeitos, se mantivermos a média, podemos chegar a ter 120 casos de pessoas contaminadas pela Covid-19. Isso é preocupante, principalmente porque muitos podem ser assintomáticos. Por isso, a importância de se ficar em casa”, disse o prefeito Samuca Silva.

Dos cinco casos confirmados nesta terça-feira, dia 07, quatro são do sexo feminino (sendo uma bebê de 26 semanas) e um do sexo masculino (um bebê de um ano).

“Vamos continuar vigilantes. É necessário ficar em casa, fazer a higiene correta, lavar as mãos e, caso necessário, se precisar ir as ruas, vamos usar máscaras. Vejo um movimento de pessoas pedindo flexibilização do comércio, mas lembro que, desde o início, estamos permitindo delivery, entre outras formas. Mas não podemos permitir aglomerações”, enfatizou Samuca.

O prefeito completou que, junto com os técnicos da prefeitura, está finalizando um pacote de medidas de austeridade para o município, com enxugamento da máquina pública e cortes de despesas, que visa preparar a cidade para a consequente queda de arrecadação com a crise do Covid-19.

O secretário de Saúde, Alfredo Peixoto, ainda destacou que a cidade está preparando a rede de saúde pública para caso sejam necessárias internações.

“Ainda lembro que temos quatro unidades básica de saúde (249, Volta Grande, São João e Vila Mury) funcionando de segunda a sexta até às 22 horas. São unidades referenciadas e, caso estejam com sintomas da Covid-19, devem procurar uma delas. Também criamos o Centro de Doenças Respiratórias, em parceria com Hinja, Unimed e Governo do Estado, que funciona de segunda a sexta, das 8hs às 17hs, no Retiro”, disse Alfredo.