A Secretaria de Educação de Volta Redonda vai iniciar a distribuição de cestas básicas para as famílias dos alunos que se alimentavam nas unidades da rede municipal de ensino - Divulgação
A Secretaria de Educação de Volta Redonda vai iniciar a distribuição de cestas básicas para as famílias dos alunos que se alimentavam nas unidades da rede municipal de ensinoDivulgação
Por O Dia
Volta Redonda - Para garantir alimentação saudável para os alunos da rede municipal de ensino enquanto as aulas estão suspensas, a prefeitura de Volta Redonda, por meio Secretaria de Educação (SME) vai iniciar a partir da próxima semana, a distribuição de cestas básicas para as famílias dos alunos que se alimentavam nas unidades da rede municipal de ensino.

A ação acontece através do projeto ‘Cidade Solidária’, que visa diminuir o impacto das restrições sociais por conta do combate ao coronavírus. Para Edna Freitas, mãe do aluno Maikel, da Escola Municipal São Francisco, a ação da prefeitura é uma esperança no meio de uma situação tão complicada.

“Na minha casa todas as crianças se alimentam na escola, tanto na escola São Francisco, como na escola Tocantins. Eu achei essa atitude válida demais, devido a situação que estamos vivendo. Nunca passamos por isso. Dentro da minha casa a cesta é importante. Além disso, tem outras crianças também na cidade que precisam dessa alimentação. Aprovo essa ideia e parabenizo por ter essa iniciativa”, contou.

Os diretores das unidades escolares realizaram um levantamento para saber quais alunos e suas famílias que precisariam das cestas básicas.

“A SME, junto aos diretores, fizeram esse levantamento de quantos alunos realizam sua alimentação na escola (merenda escolar). A partir dessas informações vamos distribuir os alimentos a família desses alunos. A ação tem como objeto diminuir esse impacto sociais que o isolamento social está causando”, explicou a secretária de Educação, Rita Andrade,.

Para a secretária de Educação, a cesta básica que será distribuída impacta diretamente a vida dos estudantes.

“Temos alunos na rede municipal que por muitas vezes só possuem a merenda escolar como alimento diário. A distribuição das cestas vai beneficiar não apenas o aluno, mas a sua família. Existe uma grande preocupação da educação não apenas em conteúdos escolares, mas com o bem estar e principalmente desenvolvimento dentro e fora da escola. Por isso essa medida é tão importante”, destacou.