Cinturão de segurança é realizado nas entradas de Volta Redonda - Divulgação
Cinturão de segurança é realizado nas entradas de Volta RedondaDivulgação
Por O Dia
Volta Redonda - Com o objetivo de proteger Volta Redonda e evitar que pessoas de regiões com circulação do novo coronavírus passem pela cidade, foi montado pela prefeitura, nas entradas do município, um cinturão de segurança. Com a ação já foram abordados mais de 47 mil veículos.
A fiscalização preventiva é realizada por agentes da Guarda Municipal (GMVR) e profissionais da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e contabiliza os números dos primeiros 15 dias de restrição de circulação de veículos de outros estados e da região Metropolitana do Rio.

A ação acontece em pontos estratégicos do município, nos bairros Santa Inês, Jardim Amália, São Luiz, Vila Elmira, Jardim Belmonte, Santa Rita Zarur, além da Rodovia dos Metalúrgicos. Dos 47.888 veículos abordados - entre carros, ônibus e caminhões - 369 não puderam entrar na cidade.

“Seguindo a orientação do Ministério da Saúde e dos decretos estaduais, continuamos firmes no monitoramento de quem entra e sai da cidade. É importante que a população fique em casa, pratique o isolamento social, para que possamos vencer juntos essa pandemia”, declarou o prefeito Samuca Silva.

Durante a abordagem, as equipes usam termômetros digitais para verificar a temperatura dos ocupantes dos veículos. Caso a pessoa apresente febre, é encaminhada para as Unidades Básicas de Saúde (UBS) ou para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Segundo as informações da Guarda Municipal, além da abordagem e possível encaminhamento à unidade de saúde pelas equipes, eles também orientam através de campanha informativa sobre como se proteger contra o novo coronavírus.