Reunião com Ministério Público deve definir reabertura do comércio em Volta Redonda

Encontro acontece nesta terça-feira

Por O Dia

Reunião com MP nesta terça-feira deve definir reabertura do comércio em Volta Redonda
Reunião com MP nesta terça-feira deve definir reabertura do comércio em Volta Redonda -
Volta Redonda - Nesta segunda-feira, dia 27, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Rogério Loureiro, e o secretário de Projetos Especiais e Captação de Recursos, Joselito Magalhães, se reuniram com comerciantes, entidades empresariais e feirantes para apresentar o plano de reabertura do comércio da cidade.

O objetivo do encontro foi apresentar ao setor produtivo a proposta, feita pelo prefeito Samuca Silva ao Ministério Público do Estado do Rio, visando o acordo para a reabertura gradual do comércio na cidade. A primeira parte do setor estaria liberada a funcionar a partir de 5 de maio e a segunda parcela a partir de 11 de maio.

Na cidade, por conta de uma decisão judicial em uma ação impetrada pelo Ministério Público, existe a proibição para abertura de estabelecimentos comerciais, exceto os essenciais. Diante disso, o prefeito Samuca Silva visa o acordo com o MP para que possa garantir a reabertura.

“Vamos nos reunir com o Ministério Público amanhã (terça) para finalizar e assinar o acordo para reabertura do comércio de forma gradual. Não podemos ter aglomerações, esse vírus é letal. Então vamos fazer de tudo para salvar vidas. Imaginem como seria a aglomeração nas ruas e estabelecimentos. Tenho certeza que as mães preferem ficar vivas e terem seus filhos vivos. Vamos levar as propostas de empresários, mas não podemos esquecer do que já conseguimos”, disse o prefeito Samuca.

O prefeito ainda explicou os seis eixos para a reabertura do comércio, que deverão ser validados pelo MP nesta terça: o número de casos suspeitos não aumentar em 5% a cada dois dias; A ocupação de leitos no CTI não ultrapassar 50%; A ocupação de leitos no Hospital de Campanha não ultrapassar 70%; O grupo de risco permanecer em isolamento social; Uso de máscara obrigatório nas ruas; Além de manter a proibição de qualquer tipo de aglomeração.

Nesta quinta-feira, dia 30, o prefeito Samuca Silva irá se reunir com líderes religiosos para debater e preparar um plano para que os templos possam novamente receber os fiéis, garantindo segurança da população e evitando o contágio por coronavírus.

Comentários