Volta Redonda tem mais oito leitos de UTI para tratamento da covid-19

Leitos ficam em uma ala isolada no Hospital do Idoso

Por O Dia

Volta Redonda tem mais oito leitos de UTI para tratamento de Covid-19
Volta Redonda tem mais oito leitos de UTI para tratamento de Covid-19 -
Volta Redonda - A rede municipal de saúde de Volta Redonda tem agora mais oito leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) para receber pessoas com suspeita de covid-19, o novo coronavírus. As unidades ficam no Hospital do Idoso, em uma ala separada, que fica isolada em um andar. A informação foi anunciada pelo prefeito Samuca Silva, em transmissão ao vivo pelas redes sociais neste sábado, dia 23.

O Prefeito Samuca esteve na unidade junto com o secretário de Saúde, Alfredo Peixoto, e o diretor do Hospital do Idoso, Aparício Bezerra. Os leitos estão prontos e fazem parte do plano operativo. E entrarão em funcionamento de forma imediata, caso o número de pacientes aumente na rede municipal de saúde.

“Nós não queremos ver o pior para, assim, tomar decisões. Estamos atuando de forma preventiva e antecipada, como criamos o Hospital de Campanha. Caso a demanda de casos de alta complexidade aumente, temos esses leitos para atender a população”, disse o prefeito.

Samuca Silva ressaltou que a cidade tomou medidas rápidas e preventivas, que garantiram uma taxa de mortalidade menor do que a média nacional e média mundial.

“Fechamos parque aquático, o zoológico, suspendemos as aulas, conseguimos isolar o grupo de risco, entre outros. Foi isso que permitiu que conseguíssemos na Justiça a flexibilização de atividades econômicas com condicionantes de monitoramento”, completou Samuca.

Os dados atualizados sobre a covid-19 em Volta Redonda são os seguintes: 835 casos confirmados e 2.152 foram notificados como suspeitos. Existem 640 pessoas que podem ser consideradas curadas. As mortes por coronavírus agora são 29 na cidade.

Comentários