Coletiva de imprensa, nesta segunda-feira, dia, 25, no auditório do Palácio 17 de Julho, em Volta Redonda - Denise Azevedo
Coletiva de imprensa, nesta segunda-feira, dia, 25, no auditório do Palácio 17 de Julho, em Volta RedondaDenise Azevedo
Por O Dia
Volta Redonda - Nesta segunda-feira, dia 25, o Prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, concedeu uma entrevista coletiva, no auditório do Palácio 17 de Julho, onde apresentou um estudo técnico que demonstra os resultados positivos das medidas tomadas pelo governo municipal no combate ao coronavírus.

Diante desses números, o prefeito apresentará ao Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) uma proposta para uma flexibilização maior das atividades comerciais e sociais, a partir do dia 10 de junho. A reunião será nesta segunda-feira, dia 25, às 17h30, segundo informou Samuca Silva.

O prefeito ainda lembrou que o comércio retorna nesta quinta-feira, dia 28, diante do acordo judicial que está vigor, mas como os eixos de monitoramento estão dentro do estabelecido, seria possível solicitar uma retomada de outras atividades sociais, como igrejas, templos religiosos e academias.

Samuca Silva também falou sobre a questão da educação. As escolas particulares dentro desta nova proposta iriam abrir de maneira parcial no dia 30 de junho (20% dos serviços essenciais). Já as escolas da rede municipal o Prefeito enfatizou que só retornam no ano que vem. O Parque Aquático e Zoológico Municipal e ainda o programa para idosos seguem sem previsão de retorno.

Participaram ainda da coletiva, o Secretário de Saúde, Alfredo Peixoto, e a Chefe do setor de Epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde, Milene Paula Souza.