Adolescente foi morto por asfixia no Degase, em Volta Redonda, conclui Polícia Civil - Divulgação
Adolescente foi morto por asfixia no Degase, em Volta Redonda, conclui Polícia CivilDivulgação
Por O Dia
Volta Redonda - A investigação da 93ª DP de Volta Redonda sobre a morte de um adolescente, no último sábado, dia 03, na unidade do Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase), no Roma, em Volta Redonda, revelou que o interno foi assassinado por asfixia.

A informação foi divulgada pela Polícia Civil nesta segunda-feira, dia 06. De acordo com o delegado Victor Tuttmam, a vítima que tinha 17 anos, foi asfixiada e o assassino usou um travesseiro e um cobertor para cometer o crime.

Segundo o delegado, a investigação contou com informações apuradas durante a perícia na cena do crime e também com depoimentos de testemunhas. Conforme as informações da polícia, o suspeito do crime já foi apontado, tem 17 anos e cumpre medidas socioeducativas por tráfico de drogas.

O Degase divulgou uma nota onde demonstra solidariedade com a dor da família e lamenta o fato ocorrido.

“O Departamento Geral de Ações Socioeducativas (DEGASE) lamenta o falecimento do jovem no Cense Irmã Asunción de La Gándara Ustara, em Volta Redonda, no Sul Fluminense, se solidariza com o sofrimento dos familiares e está prestando todo apoio a eles. E o departamento continua a fornecer todas as informações necessárias para os investigadores da 93a DP (Volta Redonda) que apuram o fato”, diz a nota.