Equipes irão percorrer os principais centros comerciais de Volta Redonda durante o dia e também à noite - Divulgação
Equipes irão percorrer os principais centros comerciais de Volta Redonda durante o dia e também à noiteDivulgação
Por O Dia
Volta Redonda - A fiscalização será intensificada neste sábado, dia 11, e domingo dia 12, em Volta Redonda para verificar os casos de descumprimento das normas sanitárias estabelecidas no combate à covid-19. De acordo com a Prefeitura, a ação verifica o cumprimento integral dos Decretos Municipais 16.082/20, 16.146/20 e 16.215/20.

A força-tarefa, que atua diariamente na cidade, durante o dia e à noite, além de atender as denúncias, fará rondas nos principais centros comerciais da cidade e percorrerá ainda os pontos que tradicionalmente apresentam aglomeração. As equipes contam com a ajuda da população, que faz denúncias através da Central de Atendimento Único, pelo telefone 156 e pelo aplicativo FiscalizaVR.

O prefeito Samuca Silva afirmou que a ajuda da população é muito importante para que a prefeitura consiga identificar os locais e bairros onde estão ocorrendo o descumprimento dos decretos municipais.

“Quero agradecer a população que está contribuindo para que as estratégias de combate a covid-19 no município sejam cumpridas. Juntos nós vamos conseguir vencer essa pandemia. Peço, mais uma vez, para que as pessoas fiquem em casa e se tiver que sair que utilize todas as medidas de segurança”, disse o prefeito.

Até o domingo, dia 12, só podem funcionar casas lotéricas, postos de combustíveis, oficinas mecânicas, borracharias, supermercados, hortifrutis, quitandas, peixarias, açougues, centros de distribuição de alimentos, padarias, farmácias e drogarias, clínicas, hospitais, lojas de produtos médico-hospitalares, clínicas veterinárias, lojas de produtos alimentícios para animais, distribuidores de gás e água mineral, indústrias, lojas de material de construção e similares.

A equipe da força-tarefa é formada pela Guarda Municipal, secretarias de Fazenda e de Segurança Pública, Vigilância Sanitária, além das Polícias Militar e Civil e Ministério Público.