Banco VR de Fomento ganha novo espaço  de atendimento em Volta Redonda - Gabriel Borges
Banco VR de Fomento ganha novo espaço de atendimento em Volta RedondaGabriel Borges
Por O Dia
Volta Redonda - Nesta segunda-feira, dia 20, o Banco VR de Fomento foi reinaugurado e agora funciona no piso superior da Rodoviária Municipal de Volta Redonda, próximo aos guichês das empresas de ônibus. De acordo com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SMDET), o objetivo da mudança é melhorar o atendimento aos microempreendedores individuais (MEIs).
O Banco VR realiza atendimentos de segunda à sexta-feira, das 9h às 17h, e incentiva o desenvolvimento de diversos segmentos econômicos do município, como o de microempresários, MEIs, empresas Junior e cooperativas, além de iniciativas nas áreas de agricultura, comércio e serviços, e da administração dos mercados populares e quiosques públicos da cidade.
Publicidade
Segundo o prefeito Samuca Silva, que participou da reinauguração, a mudança faz parte da descentralização dos serviços da prefeitura.
“A prefeitura já emitiu mais de 800 alvarás para ambulantes, corrigindo esse processo na cidade. Agora, os microempreendedores têm um atendimento personalizado em um novo ambiente. Isso demonstra o respeito a quem constrói a cidade junto conosco”, afirmou Samuca.
Publicidade
Banco VR de Fomento ganha novo espaço de atendimento em Volta Redonda - Gabriel Borges
O secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rogério Loureiro, também esteve presente à abertura do novo espaço e falou sobre as vantagens e benefícios com o novo local de atendimento.
Publicidade
“Agora o microempreendedor tem um atendimento em local mais arejado, com conforto e de fácil acesso. O espaço é amplo e facilita ao cidadão o distanciamento enquanto aguarda atendimento, muito importante nesse momento de pandemia. Além disso, implantamos um guichê com acessibilidade para cadeirantes”, explicou Rogério Loureiro.
O motorista de transporte de passageiros, Kedison Neves do Carmo, de 39 anos, morador do bairro Jardim Ponte Alta foi o primeiro a ser atendido logo assim que o novo espaço foi aberto à população.
Publicidade
“Na prefeitura, eu achava o espaço um pouco menor, pequeno, e tem outros atendimentos, às vezes ficava um pouco tumultuado. Agora com essa mudança, a agilidade dos atendimentos vai ser maior. Aqui temos até espaço para guardar o carro com segurança, lá na prefeitura a gente tinha que procurar lugar para estacionar”, contou Kedison, que foi ao banco dar entrada em outro Cnae (Classificação Nacional de Atividades Econômicas).
De acordo com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SMDET), o incentivo ao microempreendedorismo, incluindo o processo de desburocratização dos serviços públicos, acontece desde o início do governo. Ainda segundo a SMDET, várias ações já foram implantadas como o Alvará Fácil, que em alguns casos é emitido em até 24 horas; o Regin, que agiliza a formalização; o Espaço do MEI, que permite a aproximação de forma online entre cliente e profissional, valorizando os profissionais regularizados.