Fevre oferece aulas online para alunos do Ensino Médio com professores de diversas áreas de conhecimento - Divulgação
Fevre oferece aulas online para alunos do Ensino Médio com professores de diversas áreas de conhecimentoDivulgação
Por O Dia
Volta Redonda - O Projeto ‘Fevre ligada no Enem’ tem o objetivo de auxiliar os estudantes na preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio. As próximas aulas serão realizadas nos dias 4, 11 e 19 de agosto, sempre às 15 horas. Quase três mil estudantes de Volta Redonda já participaram das lives do projeto idealizado pela Fundação Educacional de Volta Redonda (Fevre).

Na próxima terça-feira, dia 4, a aula será ministrada pela professora Magda Rodrigues que irá falar sobre variedades lingüísticas; no dia 11 será a vez do professor Caio Teixeira explicar sobre Teorias do Estado no Enem; e no dia 19, o professor Daniel de Sampaio que abordará o tema: A nova classificação das Cidades Brasileiras.
Fevre oferece aulas gratuitas para alunos do Ensino Médio com professores de diversas áreas de conhecimento - Divulgação
O projeto, que foi um sucesso em 2019, retornou esse mês de julho com duas aulas. A primeira delas ministrada pela professora Letícia Rodrigues Motta, no dia 9, que abordou questões ambientais. A segunda, que aconteceu no último dia 28, foi com a professora Roberto Campos de Carvalho, que falou sobre a redação no Enem.
Publicidade
A Fevre convidou professores renomados para interagir e, em função da pandemia, os encontros acontecem em formato de transmissão ao vivo na página da fundação no Facebook, com duração de 50 minutos. As datas das transmissões serão divulgadas na página da Fevre com antecedência, visto que acontecerão de acordo com a disponibilidade dos professores. O projeto acontecerá até o mês de novembro.
Fevre oferece aulas gratuitas para alunos do Ensino Médio com professores de diversas áreas de conhecimento - Divulgação
Publicidade
Segundo o presidente da Fevre, Waldir Bedê, durante as aulas, os professores farão uma retrospectiva dos assuntos mais cobrados nas diferentes áreas de conhecimento e discutirão atualidades de forma prática, dinâmica e participativa.
“Essa é uma oportunidade para que todos os estudantes possam conquistar uma boa classificação e aprovação no Enem”, disse Bedê.