Justiça cancela audiência pública do transporte coletivo de Volta Redonda - Divulgação
Justiça cancela audiência pública do transporte coletivo de Volta RedondaDivulgação
Por O Dia
Volta Redonda - A Justiça cancelou a audiência pública sobre o transporte coletivo em Volta Redonda, que seria realizada na noite desta segunda-feira, dia 17, no Teatro Maestro Franklin de Carvalho Júnior, no Colégio Getúlio Vargas, no bairro Laranjal. A ação contra a Prefeitura de Volta Redonda foi movida por representantes da empresa Viação Sul Fluminense Transportes e Turismo Ltda.

O objetivo do evento era reunir a população de Volta Redonda para discutir melhorias para o transporte público no município. A audiência pública obedecia orientação do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ) e era um dos passos para a realização da primeira licitação para o setor na cidade. A participação presencial no teatro foi limitada a 50 pessoas, respeitando as normas de distanciamento social e saúde por conta da pandemia da covid-19, mas o público também poderia participar por plataforma digital.

“A audiência pública garantiria a participação dos cidadãos na construção de um legado para Volta Redonda. Mas não vamos desistir de marcar a história do transporte coletivo no município com a primeira licitação do setor”, afirmou o secretário de Transporte e Mobilidade Urbana, Rogério Loureiro.
“Quem utiliza o transporte público sabe das dificuldades que duram anos em nossa cidade. Já intervimos e podemos melhorar ainda mais com a participação da população e com a licitação. Será um marco para a história da cidade”, disse Loureiro, lembrando que o governo municipal já vem adotando medidas para melhorar o transporte coletivo de Volta Redonda.
Publicidade
Em janeiro deste ano, a prefeitura autorizou a intervenção em nove linhas da Viação Sul Fluminense, que passaram a ser operadas por três empresas consorciadas do SindPass (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros). Os bairros beneficiados foram: Coqueiros, Siderlândia, Vila Brasília, Santa Cruz e Santa Rita do Zarur.