Nota de esclarecimento sobre outro pedido de candidatura no PT em Volta Redonda - Divulgação
Nota de esclarecimento sobre outro pedido de candidatura no PT em Volta RedondaDivulgação
Por O Dia
Volta Redonda - A coligação "A Esperança de Volta", que tem Cida Diogo (PT) como cabeça de chapa, na candidatura à prefeitura de Volta Redonda, e Nena Düppré (PV) como vice, foi surpreendida com o Requerimento de Registro Individual de Candidatura formulado pelo filiado e ativista sindical Carlos Alexandre Honorato – Cerezo 88.
Através de uma nota de esclarecimento, a coligação informou que o filiado em questão, há mais de 25 anos não participa de nenhuma atividade partidária, tendo tomado outros rumos em sua vida política e social.
Publicidade
De acordo com a nota, a convenção do PT e do PV foi legalmente realizada, obedecendo rigorosamente a legislação e indicou, por unanimidade de votos, os nomes de Cida Diogo e Nena Düppré para compor a chapa majoritária. É o que consta na ata juntada aos autos do processo de requerimento de registro de candidatura da coligação.
"A Justiça Eleitoral ao julgar os requerimentos, seguramente vai deferir a candidatura de Cida Diogo e naturalmente indeferir a de Cerezo por não cumprir os requisitos mínimos para o registro de sua suposta candidatura a prefeito, dentre as quais a escolha como candidato em convenção partidária", afirma o advogado da coligação, Ademir Cecílio de Oliveira.
Publicidade
Também segundo as informações divulgadas, a chapa espera resolver a questão, amigavelmente, através de retratação pública do filiado Cerezo, com vistas a esclarecer o ocorrido. A coligação "A Esperança de Volta" está à luz dos meios que dispõe para discutir os próximos passos para o total esclarecimento do caso.