Força-tarefa autua e interdita estabelecimentos no final de semana em Volta Redonda - Reprodução/ Redes Sociais
Força-tarefa autua e interdita estabelecimentos no final de semana em Volta RedondaReprodução/ Redes Sociais
Por O Dia
Volta Redonda - Cinco estabelecimentos comerciais foram autuados e interditados neste final de semana, entre os dias 25 e 27, pela força-tarefa de Volta Redonda nos bairros São João, São Luiz, Aterrado e Retiro. Entre as principais irregularidades apontadas pelas equipes de fiscalização está a colocação de mesas e cadeiras sem a devida licença, em passeios públicos, além de aglomeração de pessoas.
Durante o final de semana, a equipe da força-tarefa - composta por pela Guarda Municipal, secretarias de Fazenda e de Segurança Pública, Vigilância Sanitária, além das polícias Militar e Civil e Ministério Público - percorreu, mais uma vez, os principais centros comerciais da cidade e os pontos que tradicionalmente apresentam aglomeração, que ficam nos bairros os bairros Colina, Retiro, São João, São Luiz e Aterrado.
Publicidade
O objetivo da fiscalização é verificar o cumprimento das medidas de segurança que devem ser adotadas dentro dos estabelecimentos para evitar o contágio pelo novo coronavírus.
A equipe da força-tarefa verifica, além de aglomeração de pessoas, o uso de máscaras e higienização, bem como o horário de abertura e fechamento dos estabelecimentos comerciais. As ações são realizadas baseadas nas denúncias da população realizadas através da Central de Atendimento Único (CAU), pelo telefone 156, e também pelo aplicativo FiscalizaVR.

De acordo com o diretor do Departamento de Atividades Econômicas e Sociais da Secretaria Municipal de Fazenda, Wagner Jardim Chaves, a equipe vem notando que muitos estabelecimentos comerciais estão obedecendo os decretos municipais.
Publicidade
“Além da ajuda da população, que vem denunciando os locais onde existe irregularidade, precisamos também da colaboração dos donos dos estabelecimentos comercias. Precisamos conter a doença no município, e essa fiscalização faz parte das estratégias da prefeitura em diminuir a contaminação do vírus”, disse o diretor.